Faravahar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Faravahar

O Faravahar (em farsi: فَرَوَهَر) ou Forouhar (em farsi: فُروهَر) ou, ainda, Farr-e Kiyâni é um dos mais conhecidos símbolos dos povos iranianos e do Zoroastrianismo, a primeira religião do Irã, anterior à conquista muçulmana do Irã, e do nacionalismo iraniano.[1][2] Há várias interpretações do seu significado, sem que exista um consenso sobre o assunto, exceto de que não representa o fravashi - anjo guardião de cada indivíduo que envia o urvan (geralmente traduzido como 'alma') ao mundo material para participar da batalha do bem contra o mal.[3][4] O Faravahar apresenta grandes semelhanças com o Horbehutet (Hórus de Behutet) da religião no Antigo Egito.[5][6]

Referências

  1. «What Does the Winged Symbol of Zoroastrianism Mean?». About.com Religion & Spirituality 
  2. «Sacred Symbols». Zoroastrianism for beginners 
  3. Boyce 2000, pp. 195–199.
  4. «FRAVAŠI – Encyclopaedia Iranica». www.iranicaonline.org 
  5. Ford, Michael. Necrominon - Egyptian Sethanic Magick. Houston: Sucubus, 2013, p. 148
  6. Ancient Egyptian Texts ( Late & Ptolemaic Periods). The Legend of Horus of Behutet and the Winged Disk
Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.