Fernando da Piedade Dias dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura outras referências de Fernando Santos, veja Fernando Santos (desambiguação).
Nandó
La presidenta Cristina Fernández se reunió hoy en Luanda con el vicepresidente angoleño, Fernando da Piedade Dias Dos Santos, 2012
Nome completo Fernando da Piedade Dias dos Santos
Nascimento 5 de março de 1950 (70 anos)
Luanda, Angola colonial
Nacionalidade angolano
Ocupação político

Fernando da Piedade Dias dos Santos, mais conhecido como pelo cognome Nandó, (Luanda, 5 de março de 1950) é um político angolano, primeiro-ministro de seu país de 2002 a 2006 e vice-presidente de 2010 a 2012. Eleito Presidente da Assembleia Nacional em 2008 ( interrompeu em 2010 para assumir a Vice-Presidência do país), 2012 (2012-2017) e 2017.[1]

É casado com Maria Augusta Tomé Dias dos Santos e é pai de 7 filhos: Claúdio, Hélder, Elizabete, Custódio, Fernanda, Edivaldo e Isamara Dias dos Santos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi nomeado em Novembro de 2002, e assumiu o cargo em 6 de dezembro de 2002, que estava vago desde 1999. Anteriormente, tinha sido ministro do Interior.

Foi nomeado primeiro-ministro para preencher um vazio constitucional que se registava por causa da instabilidade política e social reinante que o Presidente da República chamou a si, a responsabilidade da condução do executivo. Militante das FAPLA, foi ascendendo na vida política por intermédio do seu ingresso no MPLA. Desempenhou as funções de Vice-Ministro do Interior, tendo acumulado este cargo com o de chefe dos SINFO (Serviços de Informação). Posteriormente, foi nomeado Comandante-Geral da Polícia Nacional, cargo que desempenhou até ascender a Ministro do Interior, desempenhando as duas funções.


A 5 de fevereiro de 2010, entrou em vigor uma nova lei constitucional em Angola, onde o cargo de primeiro-ministro foi abolido, passando a existir o cargo de vice-presidente da República de Angola.

Em 2012 com a vitória do MPLA nas Eleições Gerais, foi substituído pelo então Vice-Presidente, Manuel Domingos Vicente, desempenhando actualmente o cargo de Presidente da Assembleia Nacional de Angola, em Luanda.

Referências

  1. Retrospectiva da III Legislatura da Assembleia Nacional de Angola, http://www.parlamento.ao/documents/488547/488552/arquivo_AF_III+LEGISLATURA+2012-2017.pdf
Ícone de esboço Este artigo sobre um político de Angola, integrado no Projecto Angola é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.