Galvanômetro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

O galvanômetro (português europeu) ou galvanômetro (português brasileiro) é um medidor eletromagnetico usado para medir correntes elétricas de baixa intensidade (na casa dos miliampéres), ou a diferença de potencial elétrico entre dois pontos. O galvanômetro nada mais é do que um amperímetro muito sensível com um ponteiro no meio da escala, capaz de medir correntes em ambos sentidos do circuito elétrico.

Galvanômetro de bobina móvel
- Fio transportando a corrente a ser medida
- Mola de retorno

Introdução[editar | editar código-fonte]

Quando uma carga elétrica com certa velocidade é lançada em uma região onde existe um campo magnético, dependendo da orientação do vetor indução magnética, veremos que a carga fica sujeita a uma força magnética também chamada força de Lorentz. Sendo assim, quando essa carga é lançada em um campo magnético ela pode assumir no interior do campo diversos tipos de movimento, conforme a direção de sua velocidade em relação ao campo magnético. Muitos aparelhos elétricos que fazem uso desse princípio de funcionamento funcionam na verdade como medidores eletromagnéticos, como é o caso do galvanômetro.


História[editar | editar código-fonte]

Foi o físico e matemático britânico William Thomson Kelvin, conhecido como Lorde Kelvin, o primeiro a inventar e construir, em 1858, um galvanômetro de espelho, também designado de galvanômetro balístico.Este galvanômetro era constituído por dois grupos opostos de pequenos magnetes suspensos por uma fibra de quartzo ou seda, constituindo um par astático.

Classificados em :[editar | editar código-fonte]

Quadro Móvel[editar | editar código-fonte]

Incluem o galvanômetro de Thomson e o das tangentes. São constituídos por uma bobine fixa, onde passa a corrente que cria o campo magnético, produzindo a deflexão de um pequeno magnete suspenso num campo magnético uniforme.

Ferro Móvel[editar | editar código-fonte]

Outro tipo de galvanómetro é o de ferro móvel: neste, a bobina é fixa, envolvendo uma pequena peça de ferro ligada ao ponteiro, e capaz de girar conforme o campo magnético produzido pela bobina. O galvanómetro de ferro móvel é pouco usado, por ser menos sensível que o de bobina móvel, mas possui as vantagens de ser mais barato, mais robusto, e funcionar tanto com corrente contínua como com corrente alternada.No que diz respeito aos de ferro móvel, estes possuem uma bobina percorrida pela corrente, suspensa num campo magnético de um ímã permanente ou de um eletroímã, ficando, por isso, sob a ação de um binário que tende a colocar o seu plano perpendicularmente às linhas do campo magnético.

Variedades de galvanômetros:[editar | editar código-fonte]

Galvanômetro de Tangentes[editar | editar código-fonte]

É um tipo de galvanômetro que raramente se usa atualmente e no qual uma agulha magnética de pequenas dimensões gira horizontalmente, em torno de um eixo, no centro de uma bobina vertical, que é ajustada para ficar paralela à componente horizontal do campo magnético terrestre. Este aparelho permite a medição da força magnetizante da Terra.

Galvanômetro d'Arsonval[editar | editar código-fonte]

É um galvanômetro de quadro móvel, que utiliza um magnete com peças polares de forma especial de maneira a produzir um campo magnético radial uniforme e intenso.

Galvanômetro Balístico[editar | editar código-fonte]

É um galvanômetro de quadro móvel destinado à medição de cargas por detecção de uma onda de corrente. É constituído por uma bobina forte com resistência mínima. Quando uma onda de corrente passa através da bobina, a deflexão inicial é diretamente proporcional à carga total que passou.


Funcionamento[editar | editar código-fonte]

Um medidor eletromagnético, galvanômetro, funciona com base no efeito de rotação que os campos magnéticos provocam nas espiras, conduzindo corrente elétrica.Quando uma corrente elétrica percorre um eletroímã, surge à sua volta um campo magnético que interage com o campo magnético criado pelo ímã na região. A força magnética que surge dessa interação, entre o campo magnético do ímã e o campo magnético do eletroímã, move o eletroímã que está fixo a um eixo móvel, que por fim desloca consigo o ponteiro.Quando gira o eletroímã, comprime uma mola de formato espiral, assim o ponteiro estabiliza-se quando as forças magnética e elástica se equilibram. Como sabemos que a força magnética é proporcional à corrente elétrica, podemos dizer que quanto maior for a corrente elétrica mais o ponteiro girará.


Representação[editar | editar código-fonte]

Em diagrama[editar | editar código-fonte]

123
galvanometro






Dicionário[editar | editar código-fonte]

Substantivo[editar | editar código-fonte]

gal.va.nó.me.tro, masculino

Etimologia[editar | editar código-fonte]

(Morfologia) galvano + metro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

[1] [2] [3] [4] [5]

[6]

  1. www.infoescola.com/eletricidade/galvanometro/
  2. http://www.colegioweb.com.br/fisica/o{{esboço-que-e-um-galvanometro.html
  3. http://brasilescola.uol.com.br/fisica/galvanometro.htm
  4. https://pt.wiktionary.org/wiki/galvan%C3%B3metro
  5. http://www.infopedia.pt/$galvanometro
  6. http://brasilescola.uol.com.br/fisica/galvanometro.htm