Gliese 179

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gliese 179
Dados observacionais (J2000)
Constelação Orion
Asc. reta 04h 52m 05,7319s[1]
Declinação +06° 28′ 35,582″[1]
Magnitude aparente 12,018[2]
Características
Tipo espectral M3.5V[3]
Cor (U-B) 1,223[2]
Cor (B-V) 1,550[2]
Astrometria
Velocidade radial -8,865 km/s[1]
Mov. próprio (AR) 153,818 mas/a[1]
Mov. próprio (DEC) -305,571 mas/a[1]
Paralaxe 80,71 ± 0,33 mas[1]
Distância 40,41 ± 0,17 anos-luz
12,390 ± 0,051 pc
Magnitude absoluta 11,5 ± 0,11[3]
Detalhes
Massa 0,357 ± 0,030[3] M
Raio 0,38 ± 0,02[3] R
Gravidade superficial log g = 4,83 cgs[3]
Luminosidade 0,016 ± 0,002[3] L
Temperatura 3424 ± 16[4] K
Metalicidade [Fe/H] = 0,23 ± 0,17[4]
[M/H] = 0,17 ± 0,12[4]
Outras denominações
GJ 179, HIP 22627, LTT 11525, Ross 401, Wolf 1539.[1]
Gliese 179
Orion constellation map.png

Gliese 179 é uma estrela na constelação de Orion. A partir de medições de paralaxe, está a uma distância de 40,1 anos-luz (12,4 parsecs) da Terra.[1] Gliese 179 é uma anã vermelha de baixa luminosidade com um tipo espectral de M3.5V e uma magnitude aparente visual de 12,0, sendo fraca demais para ser visível a olho nu. Tem uma massa estimada em 36% da massa solar, um raio de 38% do raio solar e está brilhando com 1,6% da luminosidade solar.[3] Sua fotosfera tem uma temperatura efetiva de 3 424 K e uma alta metalicidade, com 70% da proporção de ferro do Sol.[4]

Em 2009 foi descoberto um planeta extrassolar massivo orbitando esta estrela, detectado pelo método da velocidade radial. Tem uma massa mínima de 0,82 vezes a massa de Júpiter e está orbitando a estrela a uma distância média de 2,41 UA, levando 6,26 anos para completar uma órbita. Sua órbita tem uma excentricidade moderada de 0,21. A solução orbital apresenta altos resíduos que podem indicar a presença de mais planetas no sistema.[3] Uma possível tendência na velocidade radial de -0,62 ± 0,56 m/s por ano foi detectada, o que pode indicar a presença de um planeta massivo distante, mas não é considerada estatisticamente significativa.[5]

O sistema Gliese 179 [3]
Planeta Massa Semieixo maior
(UA)
Período orbital
(dias)
Excentricidade
b 0,82 ± 0,07 MJ 2,41 ± 0,04 2288 ± 59 0,21 ± 0,08

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h «Wolf 1539 -- High proper-motion Star». SIMBAD. Centre de Données astronomiques de Strasbourg. Consultado em 8 de dezembro de 2017 
  2. a b c Koen, C.; Kilkenny, D.; van Wyk, F.; Marang, F. (abril de 2010). «UBV(RI)C JHK observations of Hipparcos-selected nearby stars». Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. 403 (4): pp. 1949-1968. Bibcode:2010MNRAS.403.1949K. doi:10.1111/j.1365-2966.2009.16182.x 
  3. a b c d e f g h i Howard, Andrew W.; et al. (outubro de 2010). «The California Planet Survey. I. Four New Giant Exoplanets». The Astrophysical Journal. 721 (2): pp. 1467-1481. Bibcode:2010ApJ...721.1467H. doi:10.1088/0004-637X/721/2/1467 
  4. a b c d Rojas-Ayala, Bárbara; Covey, Kevin R.; Muirhead, Philip S.; Lloyd, James P. (abril de 2012). «Metallicity and Temperature Indicators in M Dwarf K-band Spectra: Testing New and Updated Calibrations with Observations of 133 Solar Neighborhood M Dwarfs». The Astrophysical Journal. 748 (2): artigo 93, 32 pp. Bibcode:2012ApJ...748...93R. doi:10.1088/0004-637X/748/2/93 
  5. Bryan, Marta L.; et al. (abril de 2016). «Statistics of Long Period Gas Giant Planets in Known Planetary Systems». The Astrophysical Journal. 821 (2): artigo 89, 21 pp. Bibcode:2016ApJ...821...89B. doi:10.3847/0004-637X/821/2/89 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]