Grande Prêmio da Bélgica de 1994

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Grande Prêmio da Bélgica
de Fórmula 1 de 1994
Circuit Spa.png
39º GP da Bélgica em Spa-Francorchamps
Detalhes da corrida
Data 28 de agosto de 1994
Nome oficial LII Belgian Grand Prix
Local Circuito de Spa-Francorchamps, Liège, Valônia, Bélgica
Total 44 voltas / 308.044 km
Pole
Piloto
Brasil Rubens Barrichello Jordan-Hart
Tempo 2:21.163
Volta mais rápida
Piloto
Reino Unido Damon Hill Williams-Renault
Tempo 1:57.117 (na volta 41)
Pódio
Primeiro
Reino Unido Damon Hill Williams-Renault
Segundo
Finlândia Mika Häkkinen McLaren-Peugeot
Terceiro
Países Baixos Jos Verstappen Benetton-Ford

Resultados do Grande Prêmio da Bélgica de Fórmula 1 realizado em Spa-Francorchamps em 28 de agosto de 1994. Foi a décima primeira etapa da temporada e teve como vencedor foi o britânico Damon Hill.[1][2][nota 1]

Resumo[editar | editar código-fonte]

  • Estreia de Philippe Adams, que substituiu Alessandro Zanardi na equipe Lotus.
  • Com as mortes de Roland Ratzenberger e Ayrton Senna no GP de San Marino, uma chicane de pneus foi instalada na curva Eau Rouge para desacelerar os carros.[3][4]
  • Primeira pole-position de Rubens Barrichello.
  • Esta foi a última corrida de Philippe Alliot como piloto de Fórmula 1.
  • Schumacher teve a vitória anulada depois que a prancha de madeira instalada embaixo do Benetton-Ford estava com desgaste um milímetro acima do permitido, e foi suspenso por 2 GPs, dando a vitória a Hill. Mika Häkkinen e Jos Verstappen, companheiro de equipe de Schummy, também ganharam uma posição.

FIA suspende Michael Schumacher[editar | editar código-fonte]

Dois dias após a desclassificação do Grande Prêmio da Bélgica, o alemão Michael Schumacher foi condenado a duas corridas de suspensão pelo Tribunal Internacional de Apelações da FIA num veredicto unânime dos quatro juízes convocados para o caso.[5] Tamanho enrosco começou quando o piloto ultrapassou Damon Hill durante a volta de apresentação do Grande Prêmio da Grã-Bretanha embora o corredor da Benetton fosse apenas o segundo colocado no grid de largada àquele dia, e por isso recebeu um stop and go convertido numa bandeira preta na vigésima segunda volta. Inconformado com a desclassificação sofrida, Flavio Briatore percorreu os boxes de Silverstone e teria firmado um acordo com Bernie Ecclestone onde Hill não seria atacado pelo rival e em troca a punição seria ignorada e somente na volta vinte e sete o stop and go de cinco segundos foi cumprido por Schumacher e sua equipe foi multada ao fim da corrida.[6] Às vésperas do Grande Prêmio da Alemanha o Conselho Mundial da FIA elevou a multa aplicada à Benetton para US$ 500 mil e suspendeu Michael Schumacher por duas corridas, punição suspensa até que o Tribunal Internacional de Apelações examinasse o recurso interposto contra as punições.[7][8]

Liberado para correr em seu próprio país e no Grande Prêmio da Hungria, Michael Schumacher será substituído na Itália e em Portugal pelo finlandês J. J. Lehto, ao lado de quem correu durante quatro corridas nesta temporada.[9]

Classificação da prova[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Voltas Tempo/Diferença Grid Pontos
DSQ 5 Alemanha Michael Schumacher Benetton-Ford 44 Desclassificado 2 [2]
1 0 Reino Unido Damon Hill Williams-Renault 44 1:28:47.170 3 10
2 7 Finlândia Mika Häkkinen McLaren-Peugeot 44 + 51.381 8 6
3 6 Países Baixos Jos Verstappen Benetton-Ford 44 + 1:10.453 6 4
4 2 Reino Unido David Coulthard Williams-Renault 44 + 1:45.787 7 3
5 4 Reino Unido Mark Blundell Tyrrell-Yamaha 43 + 1 volta 12 2
6 10 Itália Gianni Morbidelli Footwork-Ford 43 + 1 volta 14 1
7 26 França Olivier Panis Ligier-Renault 43 + 1 volta 17
8 23 Itália Pierluigi Martini Minardi-Ford 43 + 1 volta 10
9 24 Itália Michele Alboreto Minardi-Ford 43 + 1 volta 18
10 25 França Eric Bernard Ligier-Renault 42 + 2 voltas 16
11 32 França Jean-Marc Gounon Simtek-Ford 42 + 2 voltas 25
12 12 Reino Unido Johnny Herbert Lotus-Mugen/Honda 41 + 3 voltas 20
13 15 Reino Unido Eddie Irvine Jordan-Hart 40 Alternador 4
Ret 9 Brasil Christian Fittipaldi Footwork-Ford 33 Motor 24
Ret 31 Austrália David Brabham Simtek-Ford 29 Roda 21
Ret 29 Itália Andrea de Cesaris Sauber-Mercedes 27 Regulador 15
Ret 8 Reino Unido Martin Brundle McLaren-Peugeot 24 Spun off 13
Ret 14 Brasil Rubens Barrichello Jordan-Hart 19 Spun off 1
Ret 3 Japão Ukyo Katayama Tyrrell-Yamaha 18 Motor 23
Ret 11 Bélgica Philippe Adams Lotus-Mugen/Honda 15 Spun off 26
Ret 28 Áustria Gerhard Berger Ferrari 11 Motor 11
Ret 19 França Philippe Alliot Larrousse-Ford 11 Motor 19
Ret 30 Alemanha Heinz-Harald Frentzen Sauber-Mercedes 10 Semieixo 9
Ret 20 França Erik Comas Larrousse-Ford 3 Motor 22
Ret 27 França Jean Alesi Ferrari 2 Motor 5
DNQ 34 França Bertrand Gachot Pacific-Ilmor
DNQ 33 França Paul Belmondo Pacific-Ilmor

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

  • Nota: Somente as primeiras cinco posições estão listadas.

Notas

  1. Voltas na liderança: Michael Schumacher 43 voltas (1-28; 30-44), David Coulthard 1 volta (29).

Referências

  1. «1994 Belgian Grand Prix - race result». Consultado em 4 de julho de 2019 
  2. a b ANDRADA E SILVA, Mário. Trapaça desclassifica Schumacher (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 29/08/1994. Esportes, p. 05. Página visitada em 4 de julho de 2019.
  3. Ewan M. Tytler (1998). «Where Safety Means Danger» (em inglês). Consultado em 12 jan. 2014 
  4. Tom Bellingham. «Facepalm: The Stupidest Corners in Motorsport» (em inglês). Consultado em 12 jan. 2014 
  5. ANDRADA E SILVA, Mário. Schumacher pára (sic) duas provas (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 31/08/1994. Esportes, p. 18. Página visitada em 4 de julho de 2019.
  6. MARIANTE, José Henrique. Equipe Benetton é multada em US$ 25 mil (online). Folha de S.Paulo, São Paulo (SP), 11/07/1994. Esporte, p. 4-16. Página visitada em 4 de julho de 2019.
  7. ANDRADA E SILVA, Mário. Schumacher fica fora de duas provas (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 27/07/1994. Esportes, p. 16. Página visitada em 4 de julho de 2019.
  8. Multa de US$ 500 mil (online). Jornal do Brasil, Rio de Janeiro (RJ), 27/07/1994. Esportes, p. 16. Página visitada em 4 de julho de 2019.
  9. Fred Sabino (31 de janeiro de 2019). «JJ Lehto pintou como esperança finlandesa, mas deixou F1 logo após ter maior oportunidade». globoesporte.com. Globo Esporte. Consultado em 4 de julho de 2019 
Precedido por
Grande Prêmio da Hungria de 1994
Campeonato mundial de Fórmula 1 da FIA
Ano de 1994
Sucedido por
Grande Prêmio da Itália de 1994
Precedido por
Grande Prêmio da Bélgica de 1993
Grande Prêmio da Bélgica
52ª edição
Sucedido por
Grande Prêmio da Bélgica de 1995