Grande Timor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
As duas partes da ilha de Timor formariam a união do Grande Timor.

O termo Grande Timor (em indonésio: Timor Raya) refere-se a um conceito irredentista da ilha de Timor unida e independente, formada pela antiga colónia portuguesa Timor-Leste e pela antiga colónia neerlandesa Timor Ocidental (agora parte da Indonésia).[1]

Timor-Leste foi invadido e ocupado pela Indonésia em 1975, que anexou o território como sua "27.ª província" em 1976, mas num referendo realizado em 1999, o povo de Timor-Leste votou pelo fim da ocupação indonésia, tornando-se um Estado independente. Isto causou uma revolta generalizada entre muitos nacionalistas indonésios, especialmente nas forças armadas.

Entre 2001 e 2002, antes da independência de Timor-Leste, houve reivindicações por parte dos militares indonésios[2] e alguns comentadores,[3] pois temiam que isto inspiraria a secessão de Timor Ocidental da Indonésia.[4] Apesar disso, não há uma única fonte timorense sobre esse suposto movimento do "Grande Timor".

No entanto, não há nenhuma evidência real de que o povo de Timor Ocidental, cuja maioria pertence à etnia Atoni e são principalmente o inimigo tradicional das etnias timorenses, tenha qualquer interesse em juntar-se aos seus inimigos tribais. Além disso, o movimento independentista de Timor-Leste nunca reivindicou o território de Timor Ocidental, antes da invasão indonésia ou após essa data. Da mesma forma, o governo de Timor-Leste reconheceu plenamente as fronteiras existentes com a Indonésia, herdadas das Índias Orientais Holandesas. Isto é similar à posição tomada pela Papua-Nova Guiné em relação a Papua e Papua Ocidental na Indonésia, quando a Papua-Nova Guiné tornou-se independente da Austrália.

Referências

  1. «History of Timor» (PDF) (em inglês). Universidade Técnica de Lisboa. Consultado em 11 de abril de 2016. Arquivado do original (PDF) em 24 de março de 2009 
  2. Fointuna, Yemris (18 de dezembro de 2001). «TNI Warns of W. Timor Rebels». The Jakarta Post (em inglês). Rede de Acção de Timor-Leste e da Indonésia 
  3. Madjiah, Lela E. (7 de março de 2002). «East Timor: To be or not to be a member of ASEAN?». The Jakarta Post (em inglês). Consultado em 11 de abril de 2016. Arquivado do original em 18 de fevereiro de 2006  |wayb= e |arquivodata= redundantes (ajuda); |wayb= e |arquivourl= redundantes (ajuda)
  4. «Officials wary of Great Timor State». The Jakarta Post (em inglês). Rede de Acção de Timor-Leste e da Indonésia. 26 de fevereiro de 2005 
Ícone de esboço Este artigo sobre Timor-Leste é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.