Guido van Rossum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Guido van Rossum
Guido Van Rossum em 2006.
Conhecido(a) por Python
Nascimento 31 de janeiro de 1956 (65 anos)
Haarlem,  Países Baixos
Nacionalidade Países Baixos Holandês
Ocupação Programador, escritor
Página oficial
www.python.org/~guido

Guido van Rossum (Haarlem, 31 de janeiro de 1956 [1]) é um matemático e programador de computadores holandês, mais conhecido por ser o autor da linguagem de programação Python.

Na comunidade Python, ele é conhecido como Benevolent Dictator for Life (BDFL), o que significa que ele continua a supervisionar o processo de desenvolvimento do Python, tomando decisões quando necessário.[2] Entretanto, em julho de 2018, ele anunciou que estaria se afastando deste função devido a desentendimentos com a equipe de desenvolvimento da linguagem Python. A discussão se deu por conta de discordâncias entre Rossum e a equipe de desenvolvedores, relacionada às novas propostas de atualização (PEP572) que romperia com os padrões de sintaxe da linguagem. A equipe alegava que "a sintaxe não ficaria tão boa para os padrões de Python". De acordo com equipe do Python no Brasil, Guido van Rossum se afasta somente desta função mas continua à frente do projeto.[3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Guido van Rossum estudou matemática na Universidade de Amsterdã, naquela época conheceu as linguagens ALGOL 60 e Pascal. Ele lembra que toda a programação nos gigantescos mainframes eram feitos com cartões perfurados. Havia um grupo de estudantes de física cuja linguagem favorita era Fortran, então havia uma séria discussão sobre ALGOL, Pascal e Fortran.[4]

Guido van Rossum obteve seu mestrado na Universidade de Amsterdã em 1982. Mais tarde, trabalhou em vários institutos de pesquisa, incluindo o Centrum Wiskunde & Informatica (CWI), em Amsterdã; o National Institute of Standards and Technology (NIST), em Gaithersburg (Maryland), e a Corporation for National Research Initiatives (CNRI), em Reston (Virgínia). Trabalhou no desenvolvimento da linguagem de programação ABC,[5] descendente da linguagem Simula.

Sobre a origem do Python, Van Rossum escreveu em 1996:

Em 1999, Van Rossum submeteu uma proposta de financiamento a DARPA chamada de Computer Programming for Everybody (Programação de computadores Para Todos), na qual ele definiu seus objetivos para a linguagem Python:

  • uma linguagem fácil e intuitiva enquanto que ainda sendo tão poderosa quanto as maiores competidoras
  • Código aberto, para que qualquer um possa contribuir para o desenvolvimento
  • código que fosse tão inteligível quanto inglês
  • adequada para tarefas diárias, permitindo um tempo de desenvolvimento mais curto

Muitas dessas ambições foram realizadas desde então. Python cresceu e se tornou uma linguagem de programação popular, particularmente no meio da Internet.

Em 2002, Guido recebeu o Prêmio por Avanços em Software Livre de 2001 concedido pela FSF na conferência FOSDEM em Bruxelas, Bélgica.

De 2005 a 2012, Van Rossum foi empregado do Google, onde passava metade do tempo desenvolvendo a linguagem Python. Em janeiro de 2013, começou a trabalhar para Dropbox.[7]

Em 2020, Rossum junta-se à Microsoft onde passa a atuar como Distinguished Engineer, com liberdade para continuar a desenvolver a linguagem Python, em sintonia com as políticas da Microsoft de se aproximar mais da comunidade Open Source. “I decided that retirement was boring,” van Rossum wrote in announcing he had joined the Developer Division at Microsoft. “To do what? Too many options to say! But it’ll make using Python better for sure (and not just on Windows :-). There’s lots of open source here. Watch this space.”[8]

Guido van Rossum é irmão de Just van Rossum, um conhecido designer de caracteres tipográficos, que fez a fonte que é usada no logo "Python Powered". Guido é casado com Kim Knapp,[9] e é pai de Orlijn.[10][11][12]

Referências

  1. van Rossum, Guido (31 de janeiro de 2007). «(Python-Dev) Happy Birthday, Guido!». Python-Dev mailing list 
  2. «Benevolent dictator for life». Linux Format. 1º de fevereiro de 2005. Arquivado do original em 1º de outubro de 2006 
  3. «Fundador da linguagem Python se afasta da função BDFL (Atualizado) | Blog Linux SempreUPdate». Blog Linux SempreUPdate. 14 de julho de 2018 
  4. «Guido van Rossum fala sobre o passado, presente e futuro do Python | Oráculo TI». Oráculo TI. 4 de março de 2017 
  5. Venners, Bill. «The Making of Python». www.artima.com 
  6. «Foreword for "Programming Python" (1st ed.)» 
  7. Constine, Josh. «Dropbox Hires Away Google's Guido Van Rossum, The Father Of Python». Techcrunch 
  8. Yegulalp, Serdar (12 de novembro de 2020). «Python creator Guido Van Rossum heads to Microsoft». InfoWorld (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2021 
  9. Manheimer, Ken (6 de junho de 2000). «(Python-Dev) Guido and Kim married». Python-Dev -- Python core developers 
  10. «Guido van Rossum - Brief Bio» 
  11. «(Mailman-Announce) forwarded message from Guido van Rossum». Oh, and to top it all off, I'm going on vacation. I'm getting married and will be relaxing on my honeymoon. 
  12. van Rossum, Guido. «What's New in Python?» (PDF). "Not your usual list of new features". Stanford CSL Colloquium, 29 de outubro de 2003; BayPiggies, 13 de novembro de 2003. Elemental Security 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Guido van Rossum