Héctor Baley

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Héctor Baley
Informações pessoais
Nome completo Héctor Rodolfo Baley
Data de nasc. 16 de novembro de 1950 (67 anos)
Local de nasc. Bahía Blanca, Argentina
Apelido El Chocolate
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Goleiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1968–1971
1973–1976
1976–1978
1978–1981
1981–1987
Argentina Estudiantes
Argentina Colón
Argentina Huracán
Argentina Independiente
Argentina Talleres
3 (0)
79 (0)
112 (0)
31 (0)
156 (0)
Seleção nacional
1978–1982 Flag of Argentina.svg Argentina 13 (0)

Héctor Rodolfo Baley (Bahía Blanca, 16 de novembro de 1950) é um ex-futebolista argentino, que jogava na posição de goleiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Clubes[editar | editar código-fonte]

Atuou em diversos clubes de seu país como o Colón, Huracán, Independiente e Estudiantes. Encerrou sua carreira em 1987, no modesto Talleres de Córdoba, aos 36 anos.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Baley é conhecido por ser o mais célebre jogador negro da Seleção Argentina, país de pouquíssima população totalmente negra. Fez parte do elenco campeão mundial de 1978. El Chocolate, como era conhecido, foi reserva de Ubaldo Fillol na campanha vitoriosa da Argentina, vestindo a camisa 3.[1] Integrou também o time que disputou a Copa de 1982, também como reserva de Fillol, utilizando a camisa 2. Pela Albiceleste, foram treze jogos disputados, sempre com poucos minutos jogados como titular, uma vez que Fillol era o titular absoluto da meta argentina.

Referências

  1. Os negros da Argentina (junho de 2005). Placar n. 1283-A. Editora Abril, p. 45