Héctor Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Héctor Silva
Informações pessoais
Nome completo Héctor Silva
Data de nasc. 1 de fevereiro de 1940
Local de nasc. Montevidéu, Uruguai
Falecido em 30 de agosto de 2015 (75 anos)
Altura 1,76 m
Apelido Lito
Informações profissionais
Posição Meia-atacante
Clubes de juventude
Uruguai Canillitas
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1958–1963
1964–1970
1970–1971
1972
1972–1973
1973–1975
Uruguai Danubio
Uruguai Peñarol
Brasil Palmeiras
Equador LDU
Brasil Portuguesa
Uruguai Danubio


80 (16)


Seleção nacional
1961–1969 Flag of Uruguay.svg Uruguai 29 (7)

Héctor Silva (Montevideo, 1 de fevereiro de 1940 - Montevidéu, 30 de agosto de 2015) foi um futebolista uruguaio que atuava como meia-atacante.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira em 1958, no Danubio, porém seria no Peñarol que teria maior sucesso - foi tricampeão uruguaio em 1964, 1965 e 1967. Teve ainda passagens por Palmeiras e Portuguesa antes de voltar ao Danubio em 1973, pendurando as chuteiras em 1975.

Seleção Uruguaia[editar | editar código-fonte]

Héctor Silva fez parte do elenco da Seleção Uruguaia de Futebol nas Copas de 1962 e 1966.[1] Nesta última, foi expulso de forma polêmica pelo inglês Jim Finney, juntamente com o compatriota Horacio Troche, ao revidar as entradas dos jogadores da Alemanha Ocidental, que venceu o jogo por 4 a 0.

Referências

  1. «Elenco na Copa de 62 na fifa.com». Consultado em 13 de fevereiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]