H-Buster

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
H-Buster
Slogan Você quer, você pode, você merece.[1]
Atividade Automotiva, eletroeletrônica
Fundação 1997 (24 anos)
Encerramento 2015 (6 anos)
Sede Cotia, São Paulo,  Brasil
Produtos Equipamentos e aparelhos automotivos, televisores, computadores portáteis[2]
Website oficial www.hbuster.com.br

H-Buster foi uma empresa brasileira de eletroeletrônicos, conhecida por fabricar equipamentos e aparelhos de áudio e vídeo para automóveis, tais como auto-falantes, amplificadores, leitores de CD e DVD, entre outros.[3]

Fundada em 1997 na cidade de São Paulo, transferiu sua sede em 2005 para Cotia.[4] Contava com três fábricas, sendo duas na própria cidade de Cotia e uma em Manaus, na Zona Franca.[4]

Recentemente, entrou para os segmentos de produção de televisores e informática.[4]

Problemas financeiros e recuperação judicial[editar | editar código-fonte]

Em março de 2013, a empresa enfrentava sérios problemas financeiros. Com dívidas de R$ 1 bilhão, atrasos nos pagamentos dos funcionários da fábrica de Manaus, greves nas fábricas de Cotia e Manaus e bloqueio das contas pelos bancos, a H-Buster entrou com pedido de recuperação judicial, deixando um prejuízo de R$ 300 milhões.[5][6]

No entanto, em março de 2014, depois de reuniões entre funcionários, membros do TRT e representantes sindicais e patronais, a empresa apresentou um plano de recuperação que se comprometia a pagar as dívidas com os empregados e com os bancos credores. Com esse plano, a H-Buster se recupera e reativa as linhas de produção paradas pelas greves.[7][8]

Referências

  1. H-Buster. «H-Buster Televisores». Consultado em 22 de julho de 2011 
  2. H-Buster. «Linha de Produtos». Consultado em 21 de janeiro de 2011 
  3. H-Buster. «Linha de Produtos - In Car Line». Consultado em 25 de junho de 2011 
  4. a b c H-Buster. «H-Buster - A Empresa». Consultado em 21 de janeiro de 2011 
  5. «Com dívida de 1 Bilhão, a H.Buster atrasa pagamento de trabalhadores - Sindicato dos Trabalhadores do Amazonas». Sindicato dos Trabalhadores do Amazonas. Consultado em 11 de dezembro de 2015 
  6. «ERS Consultoria & Advocacia». www.ersadvocacia.com.br. Consultado em 11 de dezembro de 2015 
  7. «H-Buster reativa oficialmente as linhas de produção de TVs no PIM». Blog da Floresta (em inglês). Consultado em 11 de dezembro de 2015 
  8. «TRT ouve trabalhadores e salva H-Buster da falência». Portal do Zacarias. Consultado em 11 de dezembro de 2015 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.