Honor Blackman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Honor Blackman
Blackman em 2000
Nascimento 22 de agosto de 1925
Londres, Reino Unido
Morte 5 de abril de 2020 (94 anos)
Lewes
Cidadania Reino Unido
Cônjuge Maurice Kaufmann
Alma mater
  • Guildhall School of Music and Drama
  • The Ellen Wilkinson School for Girls
Ocupação atriz, cantora, ator de cinema, atriz de teatro
Página oficial
http://www.honorblackman.co.uk/

Honor Blackman (Londres, 22 de agosto de 1925Lewes, 5 de abril de 2020) foi uma atriz britânica, mais conhecida por seu trabalhos na série de sucesso da Tv britânica Os Vingadores e pela bond girl 'Pussy Galore' de 007 contra Goldfinger, realizados nos anos 1960.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Blackman nasceu em West Ham, um distrito do leste de Londres e estudou arte dramática na Guildhall School of Music and Drama depois de persuadir seu pai, um estatístico, de que um curso de atriz seria o melhor presente de aniversário que ela poderia ganhar.

Atriz de cinema, televisão, teatro e cantora, foi uma das mais populares artistas do Reino Unido nos anos 1960, por conta de sua personagem Cathy Gale, uma antropóloga perita em judô e apaixonada por roupas de couro, na série de televisão Os Vingadores. Foi esta popularidade que a levou aos filmes de James Bond, pela escolha do produtor Albert Broccoli, e a Pussy Galore, a líder de uma gangue feminina que trai seu patrão e se apaixona por Bond em 007 contra Goldfinger, que lhe deu fama mundial. Honor continua sendo a mais velha de todas as bond girls dos filmes oficiais da série, com 39 anos quando participou de Goldfinger.[1]

Outros de seus filmes foram Life at the Top, com Laurence Harvey, Quarteto, Jasão e o Velo de Ouro, Shalako, com Brigitte Bardot e o mesmo Sean Connery de Goldfinger e mais recentemente um pequeno papel em O Diário de Bridget Jones.

Nos anos 1980 trabalhou nos palcos londrinos e em turnê pelo país em peças como My Fair Lady e Cabaret.

Honor também foi cantora e gravou um single em seguida ao sucesso mundial de Goldfinger, que foi o quinto mais vendido na parada de sucessos britânica, "Kinky Boots", e um álbum chamado Everything I've Got.

Casada por duas vezes. Foi militante dos liberais-democratas ingleses e da organização Republic, que pretende substituir a monarquia por um chefe-de-estado no Reino Unido. Honor recusou em 2002 a comenda da Ordem do Império Britânico no grau de cavaleiro.

Morreu no dia 5 de abril de 2020 em Lewes, aos 94 anos.[2][3]

Referências

  1. «jamesbondmm.co.uk» 
  2. Murphy, Simon; Pulver, Andrew (6 de abril de 2020). «Honor Blackman, James Bond's Pussy Galore, dies aged 94». The Guardian (em inglês). Consultado em 6 de abril de 2020 
  3. Bergan, Ronald (6 de abril de 2020). «Honor Blackman obituary». The Guardian (em inglês). Consultado em 6 de abril de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Honor Blackman