Ilhas Esparsas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ilhas Esparsas
Ilhas Dispersas do Oceano Índico
22° 20' 38" N 40° 22' 02" O
Geografia física
Localização Canal de Moçambique
(Oceano Índico, África)
Número de ilhas 5
Ilhas principais Bassas da Índia, Europa, Gloriosas (inclui o Banco do Geyser), João da Nova e Tromelin
Área 38,4  km²
Geografia humana
População 0
Localização das Ilhas Esparsas: * 1 : Bassas da Índia * 2 : Ilha Europa * 3 : Ilhas Gloriosas * 4 : João da Nova * 5 : Tromelin (KM : Comoros, MG : Madagáscar, MU : Maurícia, MZ : Moçambique, RE : Reunião, YT : Maiote)

As Ilhas Esparsas, ou Ilhas Dispersas do Oceano Índico (em francês: Îles éparses de l'océan indien) são um conjunto, criado para fins administrativos, de cinco ilhas desabitadas do Oceano Índico que estão sob soberania francesa (os números mostram a localização na carta ao lado):

As ilhas, sem população residente, são domínio privado do estado francês, sendo administradas colectivamente pelo administrador superior das Terras Austrais e Antárticas Francesas[1] que, sob a tutela do Ministro do Ultramar de França, exerce sobre elas as funções administrativas e de controlo jurisdicional, nomeadamente no que respeita à pesca na zona económica exclusiva e à protecção da natureza. O administrador destes territórios está sediado em São Pedro, na ilha da Reunião.

As ilhas estão classificadas como reservas naturais, com particular interesse para a conservação das populações de tartarugas e aves marinhas. Nelas funcionam também estações meteorológicas, com particular destaque para a ilha Tromelin, onde se situa uma estação de vigilância dos ciclones tropicais na sua rota de aproximação a Madagascar.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Archived copy». Consultado em 20 de fevereiro de 2010. Cópia arquivada em 28 de janeiro de 2010  Parâmetro desconhecido |url-status= ignorado (ajuda) French Southern and Antarctic Lands (TAAF) Official website