Instituto Histórico e Geográfico Paraibano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Instituto Histórico e Geográfico Paraibano
(IHGP)
Fundação 7 de setembro de 1905 (112 anos)[1]
Tipo Entidade cultural sem fins lucrativos
Sede João Pessoa
 Paraíba
 Brasil
Línguas oficiais Português
Diretor Joaquim Osterne Carneiro[1]
Sítio oficial www.ihgp.net
Arruda Câmara: um dos patronos

O Instituto Histórico e Geográfico Paraibano, também conhecio pelo acrônimo IHGP, é uma instituição tem por finalidade promover e divulgar no âmbito do estado da Paraíba estudos, pareceres e pesquisas de história e geografia, bem como suas ciências auxiliares e correlatas, contribuindo para um melhor conhecimento da realidade do estado.[1][2]

Foi criado em 7 de setembro de 1905 em reunião solene presidida pelo então governador da Paraíba Álvaro Lopes Machado e teve como primeiro Presidente foi o deputado Francisco Seráfico da Nóbrega.[2]

Localização e dependências[editar | editar código-fonte]

O IHGP possui sede própria, situada na rua Barão do Abiaí, 64, Centro, João Pessoa, Paraíba. Ali se encontram instalados o auditório Humberto Nóbrega, o Museu Ernani Sátyro e a Biblioteca Irineu Pinto, a qual possui variado acervo de obras, compreendendo livros, jornais e manuscritos, entre outros. A seção de obras raras abriga importantes títulos relacionados à História da Paraíba.[1]

Atuação e publicações[editar | editar código-fonte]

Mais antiga instituição em funcionamento na Paraíba, o IHGP realiza estudos nas áreas de história, geografia, sociologia, antropologia, arqueologia, ecologia política e economia.[1] O intituto publica uma revista em que são divulgados os resultados de suas pesquisas e discursos de posse de seus associados, assim como um boletim informativo.[1]

No relatório apresentado na sessão magna de 7 de setembro de 1908, quando da publicação da primeira edição da revista do instituto em 1909, o então presidente Flávio Maroja declarou:

Busquemos, cavemos, onde quer que eles se achem sepultados, esses preciosos documentos elucidativos da Paraíba, desde os tempos primitivos. (...) O Instituto Histórico e Geográfico Paraibano é fonte de vida da terra natal, onde as gerações futuras possam conhecer e aquilatar do nosso passado, rendendo justas homenagens aos vultos eminentes e admirando os feitos heroicos de quantos colaboraram nesse edifício que a nossa tenacidade e a perseverança teimam agora em rearquitetar (...)[3]

Pelo fato de a história paraibana ter estado ligada intimamente à historiografia de Pernambuco, o Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico Pernambucano foi por muito tempo o principal interlocutor do diálogo dos historiadores do IHGP.[4]

Referências

  1. a b c d e f Adm. do portal (2010). «IHGP – página inicial». Instituto Histórico e Geográfico Paraibano. Consultado em 29 de maio de 2013 
  2. a b GUIMARÃES, Luiz Hugo (1998). História do Instituto Histórico e Geográfico Paraibano. [S.l.]: Editora Universitária 
  3. PINHEIRO, Antonio Carlos Ferreira (2002). Da era das cadeiras isoladas à era dos grupos escolares na Paraíba. [S.l.]: Autores Associados. 286 páginas. ISBN: 9788574960593 
  4. GONÇALVES, Regina Célia (2007). Guerras e açúcares: política e economia na Capitania da Parayba, 1585-1630. [S.l.]: EDUSC. 329 páginas. ISBN: 9788574602929 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Cultura é um esboço relacionado ao Projeto Cultura. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.