Juliano Real Pacheco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Juliano
Informações pessoais
Nome completo Juliano Real Pacheco
Data de nasc. 6 de abril de 1990 (27 anos)
Local de nasc. Pelotas (RS), Brasil
Nacionalidade brasileiro, Italiano
Altura 1,83 m
Canhoto
Informações profissionais
Período em atividade 2010–presente (7 anos)
Clube atual Figueirense
Número 8
Posição Volante
Clubes de juventude
20032010 Internacional
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
20102012
2012
20132015
2016
2017
Internacional
Goiás (emp.)
Goiás
Fortaleza
Figueirense
0006 0000(0)
0004 0000(0)
0024 0000(0)
0034 0000(0)
0019 0000(0)
Seleção nacional
Brasil Sub-15 0000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 17 de setembro de 2017.

Juliano Real Pacheco, mais conhecido como Juliano (Pelotas, 6 de abril de 1990), é um futebolista brasileiro que atua como volante. Atualmente, joga pelo Figueirense.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Juliano começou ainda muito cedo no Futsal, jogando pela Agremiação FC nas categorias iniciais. Após, teve pequena participação no E.C. Pelotas, jogando somente o Torneio de Flores da cunha de futebol de campo. Voltou ao Futsal, agora pelo Paulista FC de Pelotas/RS, com 10 anos de idade. Foi campeão estadual pelo Paulista, categoria pré-mirim, sendo que na ocasião, aos 10 anos de idade, foi o capitão do time, fez o gol do título contra a Sercesa de Carazinho e de quebra foi escolhido o “melhor jogador do estadual”. Em 2002, o time de Pelotas/RS, agora já na categoria Mirim ficou em terceiro lugar no campeonato estadual. Devido ao seu destaque no Futsal, foi convidado a treinar pelo Progresso FC de Pelotas/RS. Após alguns treinos, o empresário Alcyone Dornelles levou (2003) Juliano para fazer testes no Grêmio F.C de Porto Alegre/RS, sendo aprovado mas não sendo possível sua permanência na época pois o clube não dispunha de alojamento. Juliano, então, foi levado ao S.C.Internacional de Porto Alegre/RS, em 2003, para realizar testes, onde também foi aprovado e lá permaneceu até 2012, passando por todas as categorias de base até chegar aos profissionais; sendo neste período também convocado para a Seleção Brasileira de base Sub-15.

Internacional[editar | editar código-fonte]

Conquistou vários títulos pelo Internacional, além de ter sido capitão nas categorias que passou. Foi promovido aos profissionais e participou do elenco campeão do Campeonato Gaúcho de 2011.

Goiás[editar | editar código-fonte]

2012[editar | editar código-fonte]

Em 2012, Juliano foi contratado pelo Goiás à pedido do treinador Enderson Moreira (com quem já havia trabalhado na base do Internacional) para participar da campanha na Série B do Campeonato Brasileiro. Neste ano, conquistou o Campeonato Goiano derrotando o Atlético Goianiense na final. O bom momento se estendeu pelo restante da temporada, quando o clube goiano garantiu o seu retorno à Primeira Divisão do Brasileirão ao conquistar o título da Série B.

2013[editar | editar código-fonte]

Em 2013, rescindiu seu contrato com o Internacional que ia até o dia 31 de julho de 2013 e assinou com o esmeraldino por três temporadas.[1] Juliano também participou do bicampeonato consecutivo do clube alviverde. Ao contrário de 2012, quando disputaria a Série B e era um dos favoritos ao título, o Goiás começou a temporada sem grandes expectativas, nem sendo considerado favorito nas competições nacionais. Porém, surpreendeu ao chegar às semifinais da Copa do Brasil, sendo eliminado pelo Flamengo, e brigando por uma vaga na Libertadores até a parte final do Brasileirão. Com o andamento da temporada, Juliano foi ganhando espaço no elenco e hoje assumiu a titularidade absoluta no meio-campo do esmeraldino.

2014[editar | editar código-fonte]

Durante um treinamento, no mês de Junho, Juliano sofreu um entorse e rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, sendo, de acordo com médico do clube Dalton Siqueira, necessário que o atleta passe por cirurgia, e o tempo de recuperação aproximado é de seis meses, o que tira o volante dos campos no restante da temporada.[2]

2015[editar | editar código-fonte]

Após retorno de cirurgia no joelho esquerdo devido a ruptura do ligamento cruzado anterior, no dia 07/01/2015 Juliano apresentou-se e iniciou mais uma pré-temporada no Goiás E.C, visando consolidar sua titularidade.

Fortaleza[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2016, Juliano acertou com o Fortaleza.[3]

Após não ter o contrato renovado, Juliano deixou o Fortaleza.[4]

Seleção Brasileira[editar | editar código-fonte]

As atuações de destaque na base do clube colorado o credenciaram para a Seleção Brasileira Sub-15.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacional
Goiás
Fortaleza

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Torneios

Referências

  1. «Com vínculo de três anos, volante Juliano quer ganhar espaço no Goiás». GloboEsporte.com. 10 de janeiro de 2013. Consultado em 26 de agosto de 2014 
  2. «Juliano sofre ruptura de ligamento no joelho e não joga mais em 2014». GloboEsporte.com. 29 de junho de 2014. Consultado em 23 de agosto de 2014 
  3. «Fortaleza anuncia contratação do volante Juliano, 13º reforço para a temporada». Opovo.com.br. 10 de janeiro de 2016. Consultado em 11 de janeiro de 2016 
  4. Com término de contrato, Juliano encerra passagem pelo Fortaleza; clube tem interesse em novo vínculo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.