Kópavogur

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Islândia Kópavogur 
  Município  
Horizonte de Kópavogur
Horizonte de Kópavogur
Símbolos
Brasão de armas de Kópavogur
Brasão de armas
Localização
Localização de Kópavogur na Islândia
Localização de Kópavogur na Islândia
Mapa de Kópavogur
Coordenadas 64° 06' 39" N 21° 54' 34" O
País  Islândia
Região Região da Capital
História
Fundação 1948
Administração
Prefeito Ármann Kristinn Ólafsson
Características geográficas
Área total 80 km²
População total (2020) 37 959 hab.
Densidade 474,5 hab./km²
Informações
Sítio kopavogur.is

Kópavogur é uma cidade e o segundo maior município da Islândia em população. Encontra-se imediatamente ao sul de Reiquiavique e faz parte da Região da Capital. O brasão da cidade contém o perfil da igreja Kópavogskirkja com um filhote de foca embaixo.

Kópavogur é em grande parte formada por áreas residenciais, mas possui áreas comerciais e também muita atividade industrial. O edifício mais alto da Islândia, a Torre Smáratorg, está localizado no centro de Kópavogur.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Kópavogur é historicamente significante na Islândia como o local da reunião de 1662 em Kópavogur.[2] Este evento marcou a incorporação total da Islândia no Reino da Dinamarca e Noruega quando, em nome do povo islandês, o Bispo Brynjólfur Sveinsson e Árni Oddsson, um advogado, assinaram um documento confirmando que a introdução da monarquia absoluta por Frederico III da Dinamarca-Noruega também se aplicava a Islândia.

Kópavogur também é um dos locais mais importantes da Islândia nas lendas urbanas islandesas sobre o Povo Oculto; também aparece no mesmo patamar de importância no filme Sumarlandið de 2010, onde a Pedra Grásteinn é retratada como uma casa de duendes no município de Kópavogur.

Um município independente, Kópavogur é adjacente a Reiquiavique, capital da Islândia.

Pessoas notáveis[editar | editar código-fonte]

Cidades-irmãs[editar | editar código-fonte]

A cidade é germinada com:[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. DK Eyewitness Top 10 Travel Guide: Iceland: Iceland. [S.l.]: Dorling Kindersley Limited. 1 de junho de 2010. p. 42. ISBN 978-1-4053-5665-7 
  2. Lacy, Terry G. (2000). Ring of Seasons: Iceland--Its Culture and History. [S.l.]: University of Michigan Press. p. 210. ISBN 0-472-08661-8 
  3. «Vinabæir». kopavogur.is (em islandês). Kópavogur. Consultado em 12 de fevereiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre sobre uma localidade da Islândia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.