Killing Is My Business... and Business Is Good!

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Killing Is My Business... and Business Is Good!
Capa de substituição, improvisada e de baixo orçamento desenhada pela Combat Records.
Álbum de estúdio de Megadeth
Lançamento Junho de 1985
Gravação Dezembro de 1984 - Janeiro de 1985 no Indigo Ranch Studios em Malibu, Califórnia.
Gênero(s) Thrash metal, speed metal
Duração 31:33
43:43 (Remasterizado)
Gravadora(s) Combat, Relativity, Loud
Produção Dave Mustaine e Karat Faye
Cronologia de Megadeth
Peace Sells... but Who's Buying?
(1986)
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3 de 5 estrelas. [1]
Allmusic 3 de 5 estrelas. [2]
PopMatters (Favorable) [3]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Killing Is My Business... and Business Is Good! é o álbum de estreia da banda americana de Thrash metal, Megadeth, lançado em junho de 1985 pela Combat Records. Durante o início de 1985, a banda recebeu 8.000 dólares da Combat Records para gravar e produzir seu álbum de estreia, mas isso provou não ser suficiente e então a banda recebeu mais US $ 4.000. Porém a maior parte do orçamento foi gasto em drogas, álcool e alimentos, ou seja, a banda foi forçada a demitir seu produtor original e produzir o álbum por si só. Apesar da produção precária, Killing Is My Business... And Business is Good! foi muito bem recebido e é considerado um clássico do metal mundial.

Visão geral[editar | editar código-fonte]

Dois meses após o guitarrista Dave Mustaine ser despedido do Metallica, devido à bebida, uso de drogas, comportamento violento e conflitos de personalidade com os demais membros da banda, Mustaine e o baixista David Ellefson fundaram o Megadeth em Los Angeles. Mustaine mais tarde disse: "Depois de ser demitido do Metallica, tudo que eu lembro é que eu queria sangue, o deles. Eu queria ser mais rápido e mais pesado do que eles ".

Impulsionado pelo desejo de vingança, Mustaine aumentou a intensidade de algumas músicas do Megadeth, como " Mechanix ", que o Metallica adotou num ritmo mais lento e denominado The Four Horsemen.

Depois de não obter sucesso na procura de um vocalista por quase seis meses, Mustaine decidiu assumir a posição, enquanto servia também como letrista principal da banda, principal compositor e guitarrista. No início de 1984, o Megadeth gravou três demos, e após mostrar talento nelas, o Megadeth foi convidado a assinar contrato com a gravadora Combat Records.

O álbum vendeu mais de 200.000 cópias. Um bom número por ser um álbum lançado por um selo de gravação independente. Foi remasterizado em 2002, com novas faixas.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas faixas foram compostas e escritas por Dave Mustaine, exceto onde anotado.

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Last Rites / Loved to Death"    4:42
2. "Killing Is My Business... And Business Is Good!"    3:08
3. "The Skull Beneath the Skin"    3:48
4. "These Boots"  Lee Hazlewood 3:44
5. "Rattlehead"    3:43
6. "Chosen Ones"    2:56
7. "Looking Down the Cross"    5:03
8. "Mechanix"    4:25
Duração total:
31:25
Re-lançamento 2002
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Last Rites / Loved to Death"    4:42
2. "Killing Is My Business... And Business Is Good!"    3:08
3. "The Skull Beneath the Skin"    3:48
4. "Rattlehead"    3:43
5. "Chosen Ones"    2:56
6. "Looking Down the Cross"    5:03
7. "Mechanix"    4:25
8. "These Boots" (censurada)Lee Hazlewood 4:40
9. "Last Rites/Loved to Death" (demo)  4:17
10. "Mechanix" (demo)  4:00
11. "The Skull Beneath the Skin" (demo)  3:12
Duração total:
43:43

Tema das músicas[editar | editar código-fonte]

  • A música "Last Rites/Loved to Death" é sobre um homem que mata a mulher que ama, pois seu amor não é correspondido; aquela velha história de ''se eu não posso tê-la, ninguém mais pode'';
  • "Killing Is My Business...And Business is Good!" fala sobre um assassino que é pago para fazer um serviço, porém quando o termina, é pago por outro para fazer outro serviço, no qual é eliminar o homem que o havia pedido o serviço anterior. De um certo moto, isto vai virando rotina para o assassino;
  • "Skull Beneath The Skin" é uma música sobre rituais satânicos, no qual insinua uma suposta forma de como foi a criação do mascote do Megadeth, Vic Rattlehead;
  • A música "Rattlehead" se refere a um show do Megadeth;
  • A música "Chosen Ones" fala sobre um grupo de guerreiros que devem atravessar a caverna de um monstro;
  • "Looking Down The Cross" descreve o momento em que Jesus está na cruz quando foi crucificado no Monte Calvário;
  • "Mechanix" fala sobre um homem que imagina fazer sexo com uma mulher em uma oficina em troca de um serviço.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Referências