Vic Rattlehead

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde setembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Vic Rattlehead é o mascote oficial da banda de Thrash metal americana Megadeth;

Vic Rattlehead na capa do álbum Peace Sells... but Who's Buying? (1986).

Aparições[editar | editar código-fonte]

Sua imagem aparece em quase todas as capas nos álbuns do Megadeth. Quando a banda começou sua carreira, ele apareceu nas primeiras quatro capas de álbuns (1985-1990), que foram: Killing Is My Business...And Business is Good!, Peace Sells...but who`s buying?, So Far So Good ...So What! e Rust in Peace.

Vic não apareceu na capa de todos os álbuns ou compilações de 1991 a 2000, no entanto, quando o Megadeth tentou produzir um material mais "clássico" para o próximo álbum, trouxeram ele de volta. Vic Rattlehead retornou no álbum The World Needs a Hero(2001) e no álbum de The System Has Failed (2004). Ele apareceu também no álbum de 2007,United Abominations (embora de uma forma diferente, isto é, na forma de um ser humano).

Vic ficou ausente na capa de Endgame (2009), visualizado somente no booklet do álbum. Ele também é encontrado na capa interna de Youthanasia (1994) e Countdown To Extinction (1992).

Em Th1rt3en (2011),ele reapareceu, mas desta vez visto de costas na capa. Em Super Collider (2013) ele aparece dentro do booklet do álbum e na capa, mas bem discretamente no centro.

No álbum Dystopia (2016), vemos pela primeira vez Vic com um visual futurista e 3D, com um braço cibernético e segurando uma katana.

Música referencial[editar | editar código-fonte]

A história da sua criação é contada na música "Skull Beneath The Skin", música do primeiro álbum "Killing Is My Business... And Business Is Good!"

Abaixo a letra da música traduzida:

"Crânio debaixo da pele"

"Medíocre e infeccioso,

O profeta do demônio se levanta.

Dança macabra ,

As bruxas riscam o céu,

Oculto decadente da magia negra,

Feitiços no útero da caverna do diabo,

Preso sem motivo.

Vejo coisas agonizando;

Necropsia é o destino.

Alfinetes se cravando de pele em pele;

O veneno agora é um sedativo.

Preso a um tronco,

Nenhum lugar é seguro.

Grito por vida,

Mas ninguém parece ouvir:

Socorro!!!

Prepare o paciente para o escalpo;

Arranquem a pele fora.

Atravessem seus ouvidos com metal;

Ele não ouvirá o que dizemos.

Ponham em seus olhos um visor sólido de aço.

Rebites atravessam seus olhos

Fechem seu maxilar com grampos de ferro;

Então ninguém ouvirá os seus lamentos.

O crânio debaixo da pele.

Agora morto e esquartejado,

Seus ossos faremos o “x”,

Símbolo perfeito para o veneno.

Acorrentaremos sua cabeça,

E envolveremos ela em seus braços,

Para fazer a cruz sagrada,

Cruzamos ela em um crucifixo.

A religião se perdeu aqui,

O crânio debaixo da pele."

Fatos sobre Vic Rattlehead[editar | editar código-fonte]

  • Vic foi criado por Dave Mustaine, se baseando na famosa frase: "Não ouça nenhum mal, não veja nenhum mal, não fale nenhum mal" ("Hear no evil, see no evil, speak no evil"). Por isso seus olhos estão cobertos por um visor de metal, sua boca bloqueada por grampos de ferro e suas orelhas fechadas com tampas metálicas. Logo não ouve, fala e nem vê, igual a mitologia dos três macacos: um surdo, um cego e outro mudo.

Veja também[editar | editar código-fonte]