Kung Fu (série)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Kung Fu
Kung Fu (BR)
Imagem de episódio de 1974 com Sondra Locke
Informação geral
Formato
Gênero Western, Drama
Duração 50 minutos
Criador(es) Ed Spielman
Jerry Thorpe
Herman Miller
País de origem  Estados Unidos
Idioma original inglês
Produção
Produtor(es) Jerry Thorpe
Elenco David Carradine
Keye Luke
Philip Ahn
Radames Pera
Exibição
Transmissão original 22.02.1972 – 26.04.1975
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 63


Kung Fu é uma série de televisão de drama, western e artes marciais americanas de ação e aventura estrelada por David Carradine. A série segue as aventuras de Kwai Chang Caine (retratado por David Carradine como um adulto, Keith Carradine quando adolescente, e Radames Pera quando criança), um monge Shaolin que viaja pelo Velho Oeste americano, armado apenas com seu treinamento espiritual e sua habilidade em artes marciais, mostrando sua busca por Danny Caine, seu meio-irmão.[1]


Trama[editar | editar código-fonte]

No filme piloto da série, é mostrado o aprendizado do monge Shaolin Kwai Chang Caine. Quando um de seus mestres favoritos (Mestre Po, um ancião cego e que apelidou Caine de gafanhoto) é assassinado, Caine se vinga e mata o assassino (o sobrinho do Imperador). Depois foge para América do velho oeste. Caine tem sua cabeça posta à prêmio pelo império Chinês, o que o obriga a estar sempre fugindo, de cidade em cidade, como o típico justiceiro solitário. Só que Caine não usa armas de fogo nem cavalo, se defendendo apenas com o Kung Fu. Intercalada às histórias do presente, mostram-se flash backs que contam os aprendizados dados por Mestre Po e Mestre Kahn à Caine, no templo Shaolin, sendo esta a maior novidade da série.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O filme "piloto", Kung Fu, estreou nos Estados Unidos no dia 22 de fevereiro de 1972, na rede ABC.[2]
  • O personagem Caine quando aparece no velho oeste, traz alguns elementos do pistoleiro harmônica ou gaita, personagem de Sergio Leone em Era uma vez no Oeste (BR), interpretado por Charles Bronson. No filme de Leone, Bronson (sem bigode) está sempre com os olhos semi-cerrados e sorrindo para seus adversários, parecendo um típico sino-americano (Um dos filmes de Bronson na década de 70 chamava-se justamente Chino). Além de contar com a inseparável gaita, que está sempre à mão. Já Caine, que é de fato sino-americano, gosta de tocar sua flauta antes de derrubar seus oponentes.
  • Quentin Tarantino, fã de Leone e dos filmes de artes marciais, faz com que Bill (o personagem que criou para Carradine no filme Kill Bill Volume 2) também apareça tocando uma flauta e sorrindo para Uma Thurman, antes de invadir com sua gangue a igreja em que ela estava se casando e massacrar todos os presentes.


Lista de episódios[editar | editar código-fonte]

Primeira temporada[editar | editar código-fonte]

  • Filme piloto
  • King of the Mountain
  • Dark Angel
  • Blood Brother
  • An Eye for an Eye
  • The Soul is the Warrior
  • Nine Lives
  • The Tide
  • Sun and Cloud Shadow
  • The Praying-Mantis Kills
  • Alethea
  • Chains
  • Superstition
  • The Stone
  • The Third Man
  • The Ancient Warrior

Segunda temporada[editar | editar código-fonte]

  • The Well
  • The Assassin
  • The Chalice
  • The Brujo
  • The Spirit Helper
  • The Squawman
  • The Salamander
  • The Tong
  • The Soldier
  • The Hoots
  • The Elixir
  • The Gunman
  • Empty Pages of a Dead Book
  • A Dream within a Dream
  • The Way of Violence had no Mind
  • In Uncertain Bondage
  • Night of the Owls, Day of the Doves
  • Crossties
  • The Passion of Chen Yi
  • Arrogant Dragon
  • The Nature of Evil
  • The Cenotaph: Parte 1
  • The Cenotaph: Parte 2

Terceira temporada[editar | editar código-fonte]

  • Cry of the Night Beast
  • My Brother, My Executioner
  • The Valley of Terror
  • The Small Beheading
  • The Predators
  • The Vanishing Image
  • Blood of the Dragon: Parte 1
  • Blood of the Dragon: Parte 2
  • The Demon God
  • The Devil's Champion
  • The Garments of Rage
  • Besieged: Death on Cold Mountain: Parte 1
  • Besieged: Cannon at the Gates: Parte 2
  • A Lamb to the Slaughter
  • One Step to Darkness
  • The Thief of Chendo
  • Battle Hymn
  • The Forbidden Kingdom
  • The Last Raid
  • Ambush
  • Barbary House
  • Flight to Orion
  • The Brothers Caine
  • Full Circle
  • The Thief of Chendo
  • Ambush
  • The Last Raid

Produção[editar | editar código-fonte]

Kung Fu foi criada por Ed Spielman, dirigida e produzida por Jerry Thorpe, e desenvolvida por Herman Miller, que também foi roteirista e co-produtor da série.

Envolvimento de Bruce Lee[editar | editar código-fonte]

Em suas memórias, a viúva de Bruce Lee, Linda Lee Cadwell, afirma que Lee criou o conceito para a série, que foi então roubada pela Warner Bros. Há evidências circunstanciais para isso em uma entrevista de 8 de dezembro de 1971 que Bruce Lee deu ao The Pierre Berton Show. Na entrevista, Lee afirmou que ele havia desenvolvido um conceito para uma série de televisão chamada The Warrior, com a intenção de ser o astro principal, sobre um artista marcial no Velho Oeste americano (o mesmo conceito do Kung Fu, que foi ao ar no ano seguinte), mas que ele estava tendo problemas para apresentar a Warner Brothers e a Paramount.

Na entrevista, Pierre Berton comentou: "Há uma boa chance de você ter uma série de TV nos Estados Unidos chamada 'The Warrior', onde você as artes Marciais no cenário de western ?"

Lee respondeu: "Essa foi a ideia original, ... as duas [Warner e Paramount], eu acho, elas querem que eu esteja em um cenário modernizado, e eles acham que o o cenário de western está fora. Considerando que eu quero fazer o western. Porque, você vê, de que outra forma você pode justificar todos os socos e chutes e violência, exceto no período do Velho Oeste?"

Mais tarde, na entrevista, Berton perguntou a Lee sobre "os problemas que você enfrenta como herói chinês em uma série americana. As pessoas aparecem na indústria e disseram: 'bem, não sabemos como o público vai aceitar um -nãomericano'?"

Lee respondeu: "Bem, essa questão foi levantada, na verdade, está sendo discutida. É por isso que o The Warrior provavelmente não vai ser feita". Lee acrescenta: "Eles acham que, em termos de negócios, é um risco. Não os culpo. Se a situação fosse inversa, e uma estrela americana viesse a Hong Kong, e eu fosse o homem com o dinheiro, eu tenho minhas próprias preocupações quanto a saber se haveria aceitação."

Quer ou não Kung Fu foi baseado em um conceito de Lee, ele foi, sem dúvida, considerado para o papel de protagonista, de acordo com Herbie Pilato em seu livro de 1993, The Kung Fu Book of Caine: The Complete Guide to First First Mystical Western TV (páginas 32- 33).

Sequências e spin-offs[editar | editar código-fonte]

Kung Fu: The Movie[editar | editar código-fonte]

Em Kung Fu: The Movie (1986), Caine (interpretado por Carradine) é forçado a lutar contra seu filho até então desconhecido, Chung Wang (interpretado por Brandon Lee). Herbie Pilato no livro The Kung Fu Book of Caine (página 157) também comenta que o filho de Bruce Lee, Brandon Lee, esteve envolvido em sequências relacionadas à série:


Kung Fu: The Next Generation[editar | editar código-fonte]

Em Kung Fu: The Next Generation (1987), a história se passa em dias atuais e se centra na história de Johnny Caine (Brandon Lee), que é o bisneto de Kwai Chang Caine. Isso explica o original que Caine havia casado e se tornado curandeiro de uma cidade. Uma noite ele morreu de insuficiência cardíaca. Ele aparece como um fantasma para seu neto e bisneto, que mais tarde destrói uma operação de narcóticos.


Kung Fu: The Legend Continues[editar | editar código-fonte]

Duas décadas após o término da primeira série, uma segunda série relacionada, intitulada Kung Fu: The Legend, continua em execução em syndication, seguindo as aventuras do neto de Kwai Chang Caine, também chamado Kwai Chang Caine.[3] Kung Fu: The Legend Continues teve Carradine novamente como protagonista, desta vez como o neto do Caine original, e apresentou Chris Potter como seu filho.[4] A segunda série durou quatro anos, de 1993 a 1997. A primeira temporada foi lançada na Alemanha em DVD em 2009.



Prêmios[editar | editar código-fonte]


Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Weber, Bruce (5 de junho de 2009). "David Carradine, Actor, Is Dead at 72". The New York Times.
  2. http://retrotv.uol.com.br/kungfu/index3.html
  3. John Stanley (24 de janeiro de 1993). "New Fu: David Carradine revives successful '70s series in 'Kung Fu: The Legend Continues'". San Francisco Chronicle. Chronicle Publishing Company.
  4. Jonathan Storm (27 de janeiro de 1993). "Still Alive and Kickin' David Carradine Is Back in "Kung Fu" – 150 Years Older and a Little Wiser". The Philadelphia Inquirer. Knight Ridder.
Bibliografia
  • Pilato, Herbie J. The Kung Fu Book of Caine: The Complete Guide to TV's First Mystical Eastern Western. Boston: Charles A. Tuttle, 1993. ISBN 0-8048-1826-6

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre séries de televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.