Língua de sinais finlandesa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Língua de Sinais Finlandesa (em Portugal: Língua Gestual Finlandesa) é a língua de sinais (pt: língua gestual) usada pela comunidade surda da Finlândia,[1] pelo que tem cerca de 5000 utilizadores.

Surgiu a partir da Língua de Sinais Sueca, mas em meados do século 19 foi separada como língua independente.

A legislação finlandesa reconheceu esta língua de sinais como uma das línguas nacionais da Finlândia, em 1995, quando foi incluída na nova constituição. A Finlândia tornou-se, então, o terceiro país do mundo a reconhecer a língua de sinais como uma língua natural e o direito de utiliza-lo como língua materna. Cursos em língua gestual foram implementados, desde a década de 1960, na Finlândia.

Referências

  1. CARVALHO, Paulo Vaz de (2007). breve História dos Surdos no Mundo. [S.l.]: SurdUniverso. 142 páginas 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.