Lacerdópolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Lacerdópolis
Bandeira de Lacerdópolis
Brasão de Lacerdópolis
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 11 de novembro
Fundação 11 de novembro de 1963 (53 anos)
Gentílico lacerdopolitano
CEP 89660-000
Prefeito(a) Sérgio Luiz Calegari (PMDB)
(2017–2020)
Localização
Localização de Lacerdópolis
Localização de Lacerdópolis em Santa Catarina
Lacerdópolis está localizado em: Brasil
Lacerdópolis
Localização de Lacerdópolis no Brasil
27° 15' 36" S 51° 33' 21" O27° 15' 36" S 51° 33' 21" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Oeste Catarinense IBGE/2008 [1]
Microrregião Joaçaba IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Ouro, Joaçaba, Herval d'Oeste, Erval Velho, Capinzal
Distância até a capital 426 km
Características geográficas
Área 68,892 km² [2]
População 2 246 hab. estimativa 2015
Densidade 32,6 hab./km²
Altitude 490 m
Clima subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,781 alto PNUD/2010[3]
PIB R$ 47 167,311 mil IBGE/2014[4]
PIB per capita R$ 21 000,58 IBGE/2014[4]
Página oficial

Lacerdópolis é um município brasileiro do estado de Santa Catarina.

História[editar | editar código-fonte]

Até o início do século XX, a região era território tradicional dos índios caingangues[5].

A ocupação não indígena do Vale do Rio do Peixe intensificou-se a partir da construção da estrada de ferro ligando São Paulo ao Rio Grande do Sul, entre 1908 e 1910.

Margeando o Rio do Peixe, a firma Mosele & Eberle criou dois núcleos regionais com a finalidade de atrair imigrantes gaúchos, cujas colônias ganharam as denominações de Núcleo Colonial de Capinzal e Núcleo Colonial de Barra Fria.

As terras férteis da região e as perspectivas de progresso com o transporte ferroviário atraíram um grande número de imigrantes das colônias de Caxias do Sul e Bento Gonçalves, dando início à criação de um núcleo onde situa-se, hoje, o município de Lacerdópolis.

No ano de 1955, Barra Fria pertencia ao município de Campos Novos. Através de acordo de lideranças dos municípios de Campos Novos e Capinzal, foi efetuada uma permuta de terras, de maneira que as terras do lado direito do Rio do Peixe passaram a pertencer a Campos Novos, enquanto que Barra Fria passou a pertencer a Capinzal.

Em 1961, a vila passou à categoria de distrito de Capinzal, recebendo a denominação de Lacerdópolis em homenagem ao governador do estado de Santa Catarina, Jorge Lacerda, que havia falecido em acidente aéreo na década da constituição do município.[6]

Pela Lei Estadual 932, de 11 de novembro de 1963, emancipou-se, sendo instalado como município em 3 de fevereiro de 1964. Herminio José Scapini como foi nomeado o primeiro prefeito, assumindo o cargo entre 3 de fevereiro de 1964 e 31 de janeiro de 1966. O primeiro prefeito eleito foi Severino Slongo e o vice-prefeito, Lúcio Savaris, no período entre 1966 e 1970.[7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 27º15'36" sul e a uma longitude 51º33'21" oeste, estando a uma altitude de 513 metros acima do nível do mar. Sua população estimada em 2015 era de 2 246 habitantes. Possui um clima mesotérmico úmido, com verão fresco e temperatura média de 18°C.

A principal ligação é pela rodovia SC-135.

Biodiversidade[editar | editar código-fonte]

No município de Lacerdópolis há o registro de 19 espécies de mamíferos[8], 12 espécies de anfíbios[9], nove espécies de répteis[10], 25 espécies de peixes[11] e 108 espécies de aves[12]. Em relação a flora, há no município o registro de 20 espécies de orquídeas bromélias[13][14].

Educação[editar | editar código-fonte]

O município de Lacerdópolis conta hoje com duas escolas, uma da rede estadual e a outra da rede municipal.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2010. Consultado em 31 de agosto de 2013 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2014». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2014 
  5. http://www.portalkaingang.org/index_povo_1.htm
  6. Origem do Nome Prefeitura Municipal de Lacerdópolis
  7. Histórico Prefeitura Municipal de Lacerdópolis
  8. Guzzi, Anderson (2008). «Onghero-Jr., Osvaldo. Mastofauna». Vertebrados do Baixo Rio do Peixe. [S.l.: s.n.] p. 107-148. ISBN 978-85-87089-60-1 
  9. Guzzi, Anderson (2008). «Zago, Tiago; Guzzi, Anderson. Herpetofauna - Anuros». Vertebrados do Baixo Rio do Peixe. [S.l.: s.n.] p. 55-64. ISBN 978-85-87089-60-1 
  10. Guzzi, Anderson (2008). «Spier, Edson; Guzzi, Anderson. Herpetofauna - Répteis». Vertebrados do Baixo Rio do Peixe. [S.l.: s.n.] p. 65-76. ISBN 978-85-87089-60-1 
  11. Guzzi, Anderson (2008). «Segalin, Clovis A. Ictiofauna». Vertebrados do Baixo Rio do Peixe. [S.l.: s.n.] p. 25-54. ISBN 978-85-87089-60-1 
  12. Guzzi, Anderson (2008). «Favretto, Mario Arthur; Guzzi, Anderson. Avifauna». Vertebrados do Baixo Rio do Peixe. [S.l.: s.n.] p. 77-106. ISBN 978-85-87089-60-1 
  13. Geuster, Cleiton José; Favretto, Mario Arthur (2014). «Distribuição de orquídeas e bromélias no oeste de Santa Catarina, sul do Brasil». Biota Amazônia. 4 (4): 52-59 
  14. Favretto, Mario Arthur; Geuster, Cleiton José (2011). Orquídeas e bromélias do Vale do Rio do Peixe, Santa Catarina, Brasil. [S.l.: s.n.] ISBN 978-85-915509-2-0 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.