Lado a Lado (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Lado a lado
Stepmom
Lado a Lado (PT/BR)
 Estados Unidos
1998 •  cor •  124 min 
Direção Chris Columbus
Roteiro Gigi Levangie, Jessie Nelson, Steven Rogers
Karen Leigh Hopkins e Ronald Bass
Elenco Julia Roberts
Susan Sarandon
Ed Harris
Jena Malone
Liam Aiken
Género Comédia dramática
Idioma Inglês
Página no IMDb (em inglês)

Stepmom (br/pt: Lado a Lado) é um filme norte-americano de 1998, do gênero comédia dramática, dirigido por Chris Columbus.

Distribuído pela TriStar Pictures, arrecadou US$ 91 milhões nos Estados Unidos e US$ 159 milhões em todo o mundo. Custou US$ 50 milhões.[1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Jackie e Luke Harrison são um casal divorciado que luta para manter seus filhos Anna e Ben, de respectivamente 12 e 7 anos, felizes com a repentina mudança de vida. Luke está namorando e vivendo com uma fotógrafa bem-sucedida, Isabel Kelly, que faz todo o possível para Anna e Ben ficarem felizes, mas as crianças, especialmente Anna, são rudes e sombrias com ela. Jackie também trata Isabel friamente. Depois de uma longa série de argumentos e de ofensas entre Isabel, Jackie e Anna, Luke faz a proposta de casamento para Isabel, fazendo dela a madrasta oficial de Anna e Ben. Isso causa ainda mais fricção entre as crianças, que querem seus pais juntos novamente, e Isabel. No entanto, quando as coisas não podiam mais piorar, Jackie é diagnosticada com câncer e informada que pode provavelmente morrer por causa da doença. Essas notícias chocantes provocam mágoas e arrependimentos, e ensinam a todos lições sobre amor, família e força.[2][3]

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Recepção[editar | editar código-fonte]

Stepmom teve recepção mista por parte da crítica especializada. Com base em 21 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 58 em 100 no Metacritic.[4] Possui um índice de 44% no Rotten Tomatoes.[5]

Em avaliações mistas, Lisa Alspector do Chicago Reader: "De uma maneira como serrar madeira, este drama sentir-se bem deprimente sobre o impacto do câncer em duas crianças, seus pais se divorciam, e a namorada do pai oferece algumas informações úteis sobre como os sentimentos de ciúme e traição podem limitar o potencial das relações familiares".

Do Christian Science Monitor, David Sterritt: "O filme é razoavelmente inteligente e emocionante quando se lida com a situação de uma família sobre as rochas, mas ele empurra muitos botões emocionais quando a ex-mulher é diagnosticada com uma doença fatal que passa a assumir a história".

Do Chicago Sun-Times, Roger Ebert: "A habilidade dos atores, que investem seus personagens com pequenos toques de humanidade, é útil em nos distrair com as manipulações emocionais, mas é como se eles estivessem iluminando salas separadas de uma casa mal-assombrada".[4]

Referências

  1. «Stepmom bud get» (em inglês). The Numbers. Consultado em 11 de abril de 2015. 
  2. «Stepmom». Adoro Cinema. Consultado em 11 de abril de 2015. 
  3. «Stepmom». Sapo Cinema. Consultado em 11 de abril de 2015. 
  4. a b «Stepmom» (em inglês). Metacritic. Consultado em 11 de abril de 2015. 
  5. «Stepmom» (em inglês). Rotten Tomatoes. Consultado em 5 de abril de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]