Leon Ames

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Leon Ames
Nascimento 20 de janeiro de 1902
Portland
Morte 12 de outubro de 1993 (91 anos)
Laguna Beach
Sepultamento Forest Lawn Memorial Park
Cidadania Estados Unidos
Ocupação ator, ator de teatro, ator de televisão, sindicalista, ator de cinema
Prêmios Prémio Screen Actors Guild Life Achievement Award
Causa da morte acidente vascular cerebral

Leon Ames (Portland, 20 de janeiro de 1902 – Los Angeles, 12 de outubro de 1993) foi um ator estadunidense. Ele é mais lembrado pelos filmes Agora Seremos Felizes (1944), Quatro destinos (1949), Meus Braços Te Esperam (1951) e Lua Prateada (1953). Ames foi último fundador vivo da Screen Actors Guild.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ames é mais lembrado como Alonzo Smith, pai de Judy Garland no clássico do cinema de 1944, Meet Me in St. Louis, e por seus papéis principais como personagem-título na série de televisão dos anos 1950 Life with Father e a série dos anos 1960 Pai da noiva.

Em 1933, Ames foi um dos 19 atores que se reuniram para incorporar um sindicato para artistas de cinema. O Screen Actors Guild hoje tem 88 mil membros. Ele serviu no conselho da Guild por mais de 30 anos e foi presidente nacional em 1957 e 1958. Quando se aposentou do conselho em 1979, recebeu o título de presidente emérito e, em 1981, recebeu Screen Actors Guild Life Achievement.

Referências

  1. MYRNA OLIVER (14 de outubro de 1993). «Leon Ames; Last Surviving Screen Actors Guild Founder» (em inglês). The Los Angeles Times. Consultado em 19 de março de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]