Pearl Bailey

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pearl Bailey
Nome completo Pearl Mae Bailey
Nascimento 29 de março de 1918
Newport News
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Morte 17 de agosto de 1990 (72 anos)
Filadélfia
Ocupação Cantora e atriz
Atividade 1936–1989
Cônjuge John Randolph Pinkett (1948–52)

Louie Bellson (1952–90)

Prémios Screen Actors Guild
Prémio Screen Actors Guild Life Achievement

1976

Outros prêmios
Medalha Presidencial da Liberdade (1988)

Pearl Mae Bailey (Newport News, Virgínia, 29 de Março de 1918 - Filadélfia, Pensilvânia, 17 de Agosto de 1990) foi uma cantora e atriz estadunidense. Depois de aparecer no vaudeville, ela fez sua estréia na Broadway em St. Louis Woman em 1946. Recebeu um prêmio especial Tony pelo papel-título na produção totalmente negra de Hello, Dolly! em 1968. Em 1986, ela ganhou um prêmio Daytime Emmy por sua atuação como uma fada madrinha no ABC Afterschool Special Cindy Eller: A Modern Fairy Tale. Sua versão de " Takes Two to Tango " atingiu o top dez em 1952.[1][2]

Em 1976, ela se tornou a primeira afro-americana a receber o Screen Actors Guild Life Achievement Award. Recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade em 17 de outubro de 1988.

Referências

  1. «Who's Who in Musicals: A to Ba». www.musicals101.com. Consultado em 30 de março de 2022 
  2. Colin Larkin, ed. (2002). The Virgin Encyclopedia of Fifties Music (Third ed.). Virgin Books. pp. 26/7. ISBN 1-85227-937-0

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Pearl Bailey


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.