Letícia Bufoni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Letícia Bufoni
Skate
Nome completo Letícia Bufoni e Silva
Apelido Princesa do Skate
Representante Brasil
Nascimento 13 de abril de 1993 (29 anos)
São Paulo, SP, Brasil
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 50 kg Altura: 1,60 m
Nível Profissional
Medalhas
Competidora do Brasil
Campeonatos Mundiais – Skate
Ouro Chicago 2015 street
Prata Los Angeles 2016 street
Prata Los Angeles 2017 street
Prata Rio de Janeiro 2018 street
X Games[1]
Ouro Foz do Iguaçu 2013 street
Ouro Barcelona 2013 Real Women
Ouro Los Angeles 2013 street
Ouro Noruega 2018 street
Ouro Xangai 2019 street
Ouro Califórnia 2021 street
Prata Los Angeles 2010 street
Prata Los Angeles 2012 street
Prata Sidney 2018 street
Bronze Los Angeles 2011 street
Bronze Austin 2014 street
Bronze Mineápolis 2017 street

Leticia Bufoni e Silva (São Paulo, 13 de abril de 1993) é uma skatista profissional brasileira, considerada um dos maiores nomes da historia do esporte. Criada no bairro Vila Matilde, aos 14 anos mudou-se para a cidade de Los Angeles, na Califórnia, onde tornou-se uma skatista profissional. Além de ser maior medalhista e vencedora da história do skate de rua no X Games, Letícia representou o Brasil nas Olimpíadas de Tóquio. O reconhecimento como atleta a levou a ser protagonista do reality show Letícia Let's Go, no Canal Off, e personagem do jogo Tony Hawk's Pro Skater 5.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Leticia nasceu no dia 13 de abril de 1993, em São Paulo, e foi criada no bairro Vila Matilde. Começou a andar de skate aos 9 anos de idade e, em 2007, aos 14 anos, mudou-se para Los Angeles, onde profissionalizou-se.[2][3] Na mudança aos Estados Unidos, foi sozinha, sem a companhia de familiares e sem saber falar inglês.[4]

Antes de tomar a decisão de tornar-se uma skatista profissional, Leticia havia cogitado ser jogadora de futebol, esporte no qual também teve reconhecimento por ser bastante habilidosa.[5] Sua habilidade rendeu um convite para jogar no Juventus, da Mooca, quando tinha 10 anos de idade.[6] Além do skate e do futebol, quando criança também teve destaque no kart ao ser ganhadora de um campeonato.[6] Em 2020, com a suspensão dos campeonatos de skate por conta da pandemia de COVID-19, praticou surfe e wakeboard para manter-se em forma para as competições.[7]

No ano de 2009, foi eleita Personalidade do Ano pela revista Época, ao lado de Ronaldo Nazário.[8] Em 2015, protagonizou Letícia Let's Go, reality show mostrando suas atividades, para o Canal Off, do qual se tornou uma das Off Girls.[9] Também em 2015, passou a ser personagem do jogo Tony Hawk's Pro Skater 5.[10] Outro acontecimento de grande repercussão em 2015 foram suas fotos para a revista The Body Issue, da ESPN, para as quais posou nua.[11]

No mundo do skate, foi criticada por conta da forma como costuma vestir-se, quebrando com o estereótipo das praticantes da modalidade ao usar maquiagem e calças legging.[12] Com mais de 4 milhões de seguidores em suas redes sociais, é também considerada uma influenciadora digital.[13]

Carreira[editar | editar código-fonte]

No começo da carreira, além de ser a única menina no meio de muitos meninos, não teve o apoio de seu pai, que chegou a quebrar um de seus skates. O motivo foram as ameaças físicas que Leticia sofria dos meninos com os quais andava de skate, que não aceitavam seu destaque em relação a eles.[4] No entanto, ao perceber seu talento, a família a incentivou. Superando estas dificuldades, marcou a história do skate por ter sido a primeira mulher a ter patrocínio da Nike, a primeira mulher a a figurar na capa da revista The Skateboard Mag e por fazer parte da primeira seleção brasileira da história da do skate. [10]

Leticia Bufoni é uma das atletas de maior reconhecimento do skate.[11] Dois anos após chegar em Los Angeles, em 2009, foi vencedora da copa Maloof Money, faturando 25 mil dólares na premiação.[10][14] No dia 17 de julho de 2021, na edição californiana dos X Games, tornou-se a maior vencedora da história da competição, conquistando sua sexta medalha de ouro. No X Games, também foi premiada com medalhas de prata em 2010, 2012 e 2018 e bronze em 2011, 2014 e 2017. Estes números a tornaram a terceira mulher com maior número de medalhas em competições organizadas pela ESPN.[13]

Em 2021, ao chegar à etapa final do campeonato mundial de skate de rua, conquistou uma vaga nos Jogos Olímpicos de Verão de 2020, em Tóquio.[15]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

O pai de Leticia se chama Jaime José da Silva. A mãe se chama Claudete Bufoni Crud. Leticia já publicou uma carta aberta ao pai através do portal "The Players Tribune". Ela não tem filhos e não é casada.[16][17][18]

Histórico de conquistas[editar | editar código-fonte]

X Games[editar | editar código-fonte]

Ano Edição Local Modalidade Lugar
2010 16 Los Angeles Skateboard Street 2° - Prata[19]
2011 17 Los Angeles Skateboard Street 3° - Bronze[19]
2012 18 Los Angeles Skateboard Street 2° - Prata[19]
2013 Foz do Iguaçu Foz do Iguaçu Skateboard Street 1° - Ouro[19]
2013 Barcelona Barcelona Real Women Multi Sport (vídeo) 1° - Ouro[19]
2013 Los Angeles Los Angeles Skateboard Street 1° - Ouro[19]
2014 Austin Austin Skateboard Street 3° - Bronze[19]
2017 Minneapolis Minneapolis Skateboard Street 3° - Bronze[19]
2018 Noruega Noruega Skateboard Street 1° - Ouro[19]
2018 Sydney Sydney Skateboard Street 2° - Prata[19]
2019 Shanghai Shanghai Skateboard Street 1° - Ouro[19]
2021 Los Angeles Los Angeles Skateboard Street 1° - Ouro[20]

Referências

  1. «Leticia Bufoni's official X Games athlete biography». X Games. Consultado em 18 de abril de 2016 
  2. «A skatista Leticia Bufoni». www1.folha.uol.com.br. Consultado em 18 de julho de 2021 
  3. «A skatista Leticia Bufoni tira a roupa em Los Angeles». Trip. Consultado em 18 de abril de 2016 
  4. a b «Leticia Bufoni: na infância, os amigos ameaçavam bater nela por serem piores no skate». GQ. Consultado em 18 de julho de 2021 
  5. «Corintiana e 'fora do comum': skatista revive momento decisivo da carreira». Lance!. Consultado em 18 de julho de 2021 
  6. a b «Leticia Bufoni já recebeu convite para jogar futebol pelo Juventus-SP». GQ. Consultado em 18 de julho de 2021 
  7. «Leticia Bufoni: do asfalto ao mar». Trip. Consultado em 18 de julho de 2021 
  8. «O futebol perdeu Leticia Bufoni, o skate ganhou uma lenda». Red Bull. Consultado em 18 de julho de 2021 
  9. «Leticia Bufoni». Canal Off. Consultado em 19 de abril de 2016 
  10. a b c Agarwal, Kalptaru (17 de julho de 2021). «Skateboarder Leticia Bufoni going to Tokyo Olympics has her own video game character». thebridge.in (em inglês). Consultado em 18 de julho de 2021 
  11. a b «Leticia Bufoni Skateboard Athlete Profile | Dew Tour Videos, Photos, and More». Dew Tour (em inglês). Consultado em 18 de julho de 2021 
  12. «Quis mostrar que podia ser feminina e andar de skate, diz Letícia Bufoni». www.uol.com.br. Consultado em 18 de julho de 2021 
  13. a b «Leticia Bufoni sigue agrandando su leyenda: 6º oro en X Games». AS.com (em espanhol). 18 de julho de 2021. Consultado em 18 de julho de 2021 
  14. «Não é um golfe ou tênis mas...». Trip. Consultado em 18 de julho de 2021 
  15. «Pâmela Rosa, Rayssa Leal e Leticia Bufoni avançam à final do Mundial de Street e garantem vaga nas Olimpíadas». Comitê Olímpico do Brasil. Consultado em 18 de julho de 2021 
  16. «Carta Para o Meu Pai | Por Leticia Bufoni». The Players' Tribune. Consultado em 3 de agosto de 2021 
  17. «"Ainda falta esse pódio", diz Leticia Bufoni em emocionante carta ao pai». www.uol.com.br. Consultado em 3 de agosto de 2021 
  18. «Biografia de Letícia Bufoni reúne 3 bafões». OsPaparazzi. Consultado em 3 de agosto de 2021 
  19. a b c d e f g h i j k «Leticia Bufoni». X Games. Consultado em 18 de julho de 2021 
  20. Olivia Wilson (17 de julho de 2021). «X Games 2021 Day Four News and Results». ESPN Press Room (em inglês). Consultado em 18 de julho de 2021 


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre skatista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.