Manhattan Murder Mystery

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Manhattan Murder Mystery
O Misterioso Assassínio em Manhattan (PT)
Um Misterioso Assassinato em Manhattan (BR)
 Estados Unidos
1993 • cor • 104 min 
Direção Woody Allen
Roteiro Woody Allen
Marshall Brickman
Elenco Woody Allen
Diane Keaton
Alan Alda
Género comédia
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

Manhattan Murder Mystery (br: Um Misterioso Assassinato em Manhattan / pt: O Misterioso Assassínio em Manhattan) é um filme estadunidense de 1993, uma comédia dirigida e protagonizada por Woody Allen. Nesta produção, Allen retoma sua antiga parceria com a ex-companheira Diane Keaton, com quem trabalhara anteriormente em vários filmes premiados e de sucesso. Co-escrito por Woody Allen e Marshall Brickman, foi inspirado, segundo o próprio Allen, na série policial The Thin Man.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O editor de livros Lipton e sua esposa dona-de-casa Carol, ao sairem de um evento esportivo em Nova Iorque, encontram um casal de idosos que se identifica como sendo seus vizinhos, Paul e Lilian House. Eles são convidados e aceitam tomar um café no apartamento dos House, e ficam impressionados com a boa forma dos anfitriões, apesar da idade dos mesmos.

No dia seguinte, Lilian morre do que seria um ataque do coração, o que deixa Carol aturdida inclusive porque a mulher lhe fizera várias confidências mas não lhe falara que era cardíaca. Mais tarde, Carol e Lipton reencontram-se com Paul, e Carol desconfia dele, que não parece muito triste com a súbita viuvez. Carol arruma um pretexto e arrasta Lipton para uma nova visita ao apartamento dos House. Ela descobre uma urna funerária na cozinha, e deduz se tratar das cinzas de Lilian. Isso aumenta mais as suas suspeitas, pois na visita anterior Lilian lhe contara que ela e seu marido haviam comprado um túmulo em conjunto.

Incentivada pelo imaginativo Ted, dramaturgo e amigo do casal, Carol começa a investigar Paul, invadindo seu apartamento e seguindo-o pela cidade. Lipton acha que ela está louca e tenta de todas as formas dissuadi-la da investigação, mas acaba concordando que alguma coisa está errada, quando ele e Carol avistam a senhora Lilian viva e andando de ônibus pela cidade.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Premiação[editar | editar código-fonte]

  • BAFTA: Melhor atriz coadjuvante (Anjelica Huston)
  • César: Melhor filme estrangeiro
  • Globo de Ouro: Melhor atriz de comédia (Diane Keaton)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]