Manuel Roxas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Manuel Acuña Roxas
3.º Presidente das Filipinas
Período 28 de maio de 1946
a 15 de abril de 1948
Antecessor(a) Sergio Osmeña
Sucessor(a) Elpidio Quirino
Dados pessoais
Nascimento 1 de janeiro de 1892
Capiz, Filipinas
Morte 15 de abril de 1948 (56 anos)
Base Aérea de Clark, Angeles, Filipinas
Primeira-dama Trinidad de Leon
Partido Partido Nacionalista

Manuel Acuña Roxas (Capiz, 1 de janeiro de 1892Angeles, 15 de abril de 1948) foi o presidente das Filipinas entre 1946 e 1948.[1][2][3]

Roxas foi presidente do Partido Nacionalista Filipino e secretário de Manuel Quezón durante a sua presidência das Comunidade das Filipinas de 1938 a 1941.

Em 1941 foi ajudante do general Douglas MacArthur e foi aprisionado pelos japoneses.

Durante a Segunda República foi ministro sem pasta do governo de José Laurel, motivo pelo qual veio mais tarde a ser acusado de colaboracionista com os ocupantes japoneses. Foi julgado e absolvido desta acusação.

Manuel Roxas foi presidente do Senado das Filipinas no período compreendido entre 1945 e 1946, altura em que foi eleito primeiro presidente da Terceira República Filipina.

Referências

  1. Lentz, Harris M. (2014). Heads of States and Governments Since 1945 (em inglês). Abingdon-on-Thames: Routledge. p. 1945. ISBN 9781134264971 
  2. Nohlen, Dieter; Grotz, Florian; Hartmann, Christof (2001). Elections in Asia and the Pacific : A Data Handbook: South East Asia, East Asia, and the South Pacific (em inglês). II. Oxford: OUP Oxford. p. 233 
  3. The Filipino Moving Onward 5' (em inglês). Cidade Quezon: Rex Bookstore, Inc. 2007. p. 237. ISBN 9789712341540 

Precedido por
Sergio Osmeña
Presidente das Filipinas
1946 - 1948
Sucedido por
Elpidio Quirino
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.