Marc Tawil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Marc Tawil
Nome completo Marc Enrique Tawil
Nascimento 16 de dezembro de 1973
São Paulo, RJ
Nacionalidade  Brasil
Ocupação
Página oficial
Página pessoal

Marc Enrique Tawil (São Paulo, 16 de dezembro de 1973) é comunicador, empreendedor, escritor, filantropo e palestrante brasileiro nas áreas de comunicação, futuro do trabalho, tendências de comportamento e universo das marcas. Tem dois livros publicados no Brasil como autor. Desde 2019, é colunista de opinião de Época Negócios, podcaster e apresentador da Rádio Jovem Pan e conselheiro editorial da Revista HSM Management. Foi eleito Nº 1 LinkedIn Top Voices do Brasil, em 2016[1].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Marc Tawil nasceu em São Paulo. É filho de mãe egípcia (Mireille Demal Tawil) e pai libanês (Isaac Tawil, in memoriam), que vieram ao Brasil após morar e se casar na França. É casado desde 2010 com Elisa Wrona Rosenthal Tawil, com quem tem dois filhos, Cora (2014) e Josh (2016).

Formado em Comunicação Social pela Universidade São Judas Tadeu (USJT), tem MBAs em Gestão Empresarial pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e em Marketing pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” (Esalq-USP).

Por 15 anos, atuou em alguns dos principais grupos de mídia do País, como Jovem Pan, Estadão, Globo e Bandeirantes, até empreender, em 2010 e desde 2018, voltou à Imprensa como colunista e apresentador.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira como jornalista em 1995, na extinta Resenha Judaica, jornal impresso da comunidade judaica sediado em São Paulo e que, anos mais tarde, daria origem à Tribuna Judaica. Um ano depois, em 1996, passou pela redação da Revista dos Bares e Restaurantes, ligada à Associação de Bares e Restaurantes Diferenciados (ABREDI, que depois se transformaria em ABRASEL SP).

Em 1997, ingressou na Rádio Jovem Pan como rádio-escuta. Saiu, em 2000, como editor de Internacional, para o Jornal da Tarde (Estadão).No Jornal da Tarde, permaneceu por sete anos: ingressou como editor-assistente de Mundo, foi editor-assistente de Cidades e encerrou seu ciclo como subeditor de Variedades. Assinou reportagens relevantes e realizou entrevistas com personalidades nacionais e globais, como o Prêmio Nobel da Paz, Elie Wiesel.

Em 2007, a convite da Rádio BandNews FM, emissora que caminhava para seu terceiro ano de vida, tornou-se apresentador. Em 2008, estreou como repórter, produzindo e apresentando reportagens exclusivas e participando, ao vivo, dos jornais apresentados por Ricardo Boechat, Luiz Megale, Eduardo Barão, Marcelo Parada, Sheila Magalhães, Fernanda D’Ávila e Boris Casoy.

Em 2018, estreou na bancada do Café das 6h da Rádio Globo como comentarista do programa diário apresentado pela jornalista Mariana Godoy[2]. Na rádio, produziu e apresentou o quadro diário Globo Diversidade. Permaneceu na emissora até julho de 2019, quando a rádio extinguiu a quase totalidade da sua grade. Nesse mesmo ano passou a assinar a coluna de opinião semanal “Futuro do Trabalho”, no portal Época Negócios, e a inteirar o grupo de conselheiros editoriais da Revista HSM Management. E juntou-se ao time de podcasters da Rádio Jovem Pan, onde produz e apresenta o podcast Autoperformance.

Publicações[editar | editar código-fonte]

Possui livros publicados como autor, co-autor e editor.

  • 2006 – Avanços e Ajustes – Os 35 anos de um escritório de advocacia – Carlos Soulié F. do Amaral – Stampato (pesquisador)
  • 2007 – Trânsito Assassino – As Mortes Aumentam, Ninguém Liga – Terceiro Nome (autor)
  • 2009 – Haja Saco, O Livro – Mutifoco (coautor)
  • 2018 – Um Olhar – Rita Diwan – Editora Maayanot (editor)
  • 2018 – O Pulo do Gato: esse gato ninguém segura – Claudio Junqueira – Letras do Pensamento (editor)
  • 2021 – Seja Sua Própria MarcaHarperCollins Brasil (autor)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Coach de empregabilidade é destaque em ranking inédito do linkedin». Economia & Negócios. Estadão. Consultado em 31 de outubro de 2020 
  2. «Café das Seis SP». Rádio Globo. Globo. Consultado em 31 de outubro de 2020