Maria das Neves de Bragança

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maria das Neves de Bragança
Duquesa de São Jaime
Retrato da Duquesa de São Jaime
Duquesa de São Jaime
Período 26 de abril de 187129 de setembro de 1936[1]
 
Cônjuge Afonso Carlos de Bourbon, Duque de São Jaime
Casa Casa de Bragança
Nascimento 5 de agosto de 1852
  Kleinheubach, Alemanha
Morte 14 de fevereiro de 1941 (88 anos)
  Viena, Áustria
Enterro Cripta do Castelo Puchheim, Attnang-Puchheim, Alta Áustria
Pai Miguel I de Portugal
Mãe Adelaide de Löwenstein-Wertheim-Rosenberg
Religião Católica

Maria das Neves de Bragança (de seu nome completo: Maria das Neves Isabel Eulália Carlota Adelaide Micaela Gabriela Rafaela Gonzaga de Paula de Assis Inês Sofia Romana de Bragança; Kleinheubach, 5 de Agosto de 1852 - Viena, 15 de Fevereiro de 1941) foi uma pretendente ao estatuto de infanta de Portugal por nascimento e duquesa consorte de São Jaime pelo seu casamento.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Afonso Carlos de Bourbon, Duque de São Jaime com a sua esposa Maria das Neves.

Família[editar | editar código-fonte]

Maria das Neves foi a filha mais velha do casamento do, então, já ex-infante D. Miguel de Portugal e da princesa Adelaide de Löwenstein-Wertheim-Rosenberg.[2] Maria das Neves de Bragança (assim como os seus irmãos) nasceu no exílio, na Alemanha, pois, à época do casamento de seu pai, este já havia sido deposto do estatuto da realeza e banido perpetuamente de Portugal, em resultado das Guerras Liberais e da assinatura da Convenção de Evoramonte. Desprezando as pretensões das suas duas meias-irmãs legitimadas por D. Miguel e nascidas durante o período do seu reinado efetivo, D. Maria Assunção de Bragança e D. Maria de Jesus de Bragança, assumiu-se como herdeira de seu pai na pretensão ao trono de Portugal até ao nascimento do seu irmão, Miguel Januário de Bragança. Durante esse tempo reivindicou, entre outros, o título de "Princesa Real de Portugal" (de jure). Teve entre seus familiares grande parte a realeza europeia, sendo os seus avós paternos o rei D. João VI de Portugal e a infanta D. Carlota Joaquina de Bourbon. Foi sobrinha do imperador D. Pedro I do Brasil, prima-irmã do imperador D. Pedro II do Brasil e da legítima rainha D. Maria II de Portugal.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Casou-se em Kleinheubach, em 26 de abril de 1871, com o Afonso Carlos de Bourbon, Duque de São Jaime, o pretendente carlista ao trono espanhol (como Afonso Carlos I) e pretendente legitimista ao trono francês (como Carlos XII),[3][4][5] filho de João, Conde de Montizón, e da arquiduquesa Maria Beatriz de Áustria-Este.[2] O casal teve apenas um filho, mas este morreu poucas horas após o nascimento em 1874.

Morte[editar | editar código-fonte]

Maria das Neves de Bragança morreu em Viena, em 14 de fevereiro de 1941, aos 88 anos de idade. Os seus restos mortais jazem na cripta do Castelo Puchheim, em Attnang-Puchheim, na Alta Áustria.[6]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Maria das Neves de Bragança escreveu um livro de memórias sobre a Terceira Guerra Carlista intitulado Mis memorias sobre nuestra campaña en Cataluña en 1872 y 1873 y en el Centro en 1874 (Madrid: Espasa-Calpe, 1934).

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Realeza Portuguesa
Dinastia de Bragança
Descendência
Royal Crown of Portugal.svg
Brasão de armas do reino de Portugal (1485).svg

Referências

  1. Após a morte de Afonso Carlos, Maria das Neves passou a ser designada Duquesa-Viúva de São Jaime
  2. a b Maria das Nieves de Bragança. Darryl Lundy (5 June 2004).
  3. «The Old King: Alfonso Carlos I (1931-1936)». Consultado em 13 de maio de 2011. Arquivado do original em 3 de maio de 2008 
  4. "A Romantic Manifesto: Carlist Pretender Will Not Unite Monarchists of Spain", The New York Times (September 4, 1932): E3.
  5. "Don Alfonso Carlos: The Renaissance of Carlism", The Times (September 30, 1936): 7.
  6. Royalty Guide

Ver também[editar | editar código-fonte]