Masashi Nakayama

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Masashi Nakayama
Masashi Nakayama
Autógrafo de Nakayama.
Informações pessoais
Nome completo Masashi Nakayama
Data de nasc. 23 de setembro de 1967 (54 anos)
Local de nasc. Okabe, Japão
Nacionalidade japonêês
Altura 1,78 m
Apelido Gon, Taicho
Informações profissionais
Período em atividade 1990–2012, 2015–2020
Clube atual Aposentado
Posição Atacante
Clubes de juventude
1983–1985
1986–1989
Instituto Fujieda-Higashi
Universidade de Tsukuba
Clubes profissionais
Anos Clubes
1990–2009
2010–2012
2015–2020
Yamaha Motors/Júbilo Iwata
Consadole Sapporo
Azul Claro Numazu
Seleção nacional
1990–2003 Japão

Masashi Nakayama - em japonês, 中山 雅史 - Nakayama Masashi (Okabe, 23 de setembro de 1967) é um ex-futebolista japonês que atuava como atacante. Jogou a maior parte de sua carreira no Júbilo Iwata, clube que defendeu por 19 anos.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Nakayama iniciou a carreira atuando em times juvenis do Instituto Fujieda-Higashi, e em seguida foi para a Universidade de Tsukuba, onde jogou entre 1986 e 1989.

Em âmbito profissional, Gon (apelido que recebeu por ser, supostamente, parecido com Gonzo Onigawara, interpretado pelo humorista Takeshi Kitano) estreou em 1990, no Yamaha Motors (atual Júbilo Iwata), que disputava a Liga de Futebol do Japão (embrião da J. League). Com a mudança de nome do clube, o atacante, que já era titular, fez sua estreia na J. League em 11 de março de 1994. Três anos depois, conquista seu primeiro título e em 1998, recebe os prêmios de jogador mais valioso da temporada e de artilheiro do torneio, com 36 gols marcados. Repetiria o feito em 2000, quando seria novamente o goleador máximo do Campeonato Japonês.

Até 2009, quando deixou o Júbilo, Nakayama continuava atuando em alto nível mesmo passando dos quarenta anos de idade. Em 2010, o atacante assinou com o Consadole Sapporo para ajudar o clube de Hokkaido a subir de divisão - o que viria a acontecer somente em 2011.

Na temporada 2012, Nakayama, que não jogara a J-2 de 2011 por opção do então técnico Nobuhiro Ishizaki, foi novamente preterido pelo treinador do Consadole. O atacante disputaria sua primeira partida na J. League do mesmo ano - e última, até então, de sua carreira - contra o Yokohama F. Marinos. Ishizaki colocaria o veterano atacante em campo já aos 45 minutos do segundo tempo, apenas para que Gon batesse seu próprio recorde: o de jogador mais velho em atividade na competição (45 anos, 2 meses e 1 dia). Alegando problemas nos dois joelhos, ele anunciou sua aposentadoria dos gramados pouco depois.

Em setembro de 2015, quase 3 anos depois de encerrar a carreira, Nakayama assinou contrato com o Azul Claro Numazu, time que disputava a semi-amadora JFL, a quarta divisão do futebol japonês[1]. Ele já treinava no clube desde o início do mês, além de ter seu contrato renovado até 2017, quando a equipe tornou-se profissional[2].

Porém, sem ter disputado nenhum jogo oficial pelo Azul Claro, Nakayama anunciou sua aposentadoria definitiva como jogador em janeiro de 2020, quando acumulava ainda o cargo de técnico do time Sub-18. Em janeiro de 2021, foi anunciado que o ex-atacante seria o novo treinador do Júbilo Iwata[3].

Seleção Japonesa[editar | editar código-fonte]

Nakayama (que já defendia a Seleção Japonesa de Futebol desde 1990) vestiu a camisa 10 da seleção nipônica em sua primeira participação numa Copa do Mundo, na França. Tendo em Hidetoshi Nakata sua principal estrela, os Samurais Azuis não conseguiu ao menos um tento nos duas primeiras partidas, e acabaram eliminados na fase de grupos da competição. Porém, no terceiro jogo, Gon fez, de cabeça, o primeiro gol japonês na história das Copas, contra a também estreante Jamaica[4]. Em fevereiro de 2000, marcou o hat-trick mais rápido na história do futebol de seleções, contra Brunei, com apenas 3 minutos e 3 segundos de jogo[4]. O feito aconteceu pelas Eliminatórias da Copa da Ásia de 2000.

Esteve presente ainda na Copa de 2002, co-sediada por Coreia do Sul e Japão, participando apenas do jogo contra a Rússia, e levando um cartão amarelo no final da partida. A última partida de Gon pelos Samurais Azuis foi em 2003. Jogou ainda 2 edições da Copa da Ásia (1988, ainda como amador, e 1992), além da Copa das Confederações de 2001.

Participação em Animes[editar | editar código-fonte]

Gon também apareceu em Animes relacionados a futebol, como Hungry Heart Wild Striker (exibido pelo canal de TV Animax) participando de um treino dos jogadores do Akanegaoka (Outeiro Laranja, no Brasil). Também fez participação no Mangá Captain Tsubasa, quando alguns jogadores fictícios da história (entre eles Ryo Ishizaki, o primeiro amigo que Tsubasa fez no Nankatsu) se profissionalizaram e tiveram sua passagem pelo Júbilo Iwata, clube onde Nakayama se destacou durante quase toda a carreira.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Júbilo Iwata
Japão

Referências

  1. 中山雅史選手アスルクラロ沼津加入のお知らせ (em japonês). Azul Claro. 14 de setembro de 2015. Consultado em 16 de maio de 2017 
  2. 2017シーズン 中山 雅史選手 契約更新のお知らせ (em japonês). Azul Claro. 25 de dezembro de 2016. Consultado em 16 de maio de 2017 
  3. «中山 雅史選手、退団のお知らせ - アスルクラロ沼津 アスルクラロスルガ株式会社». アスルクラロ沼津 アスルクラロスルガ株式会社 (em japonês). 13 de janeiro de 2021. Consultado em 13 de janeiro de 2021 
  4. a b Japan icon Nakayama calls time on career FIFA.com - 4 de dezembro de 2012

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]