Takeshi Okada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Takeshi Okada
Informações pessoais
Nome completo Takeshi Okada
Data de nasc. 25 de agosto de 1956 (63 anos)
Local de nasc. Osaka,  Japão
Altura 1.75 m
Informações profissionais
Equipa atual Sem clube
Posição Treinador (Ex-defensor)
Clubes de juventude
1972–1974
1976–1979
Japão Tennoji High School
Universidade de Waseda
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1980–1990 Japão Furukawa Electric 189 (9)
Seleção nacional
1980–1985 Flag of Japan.svg Japão 024 00(1)
Times/Equipas que treinou
1997–1998
1999–2001
2003–2006
2007–2010
2012–2013
Flag of Japan.svg Japão
Japão Consadole Sapporo
Japão Yokohama F. Marinos
Flag of Japan.svg Japão
China Zhejiang Lücheng




Takeshi Okada - em japonês: 岡田 武史, transl. Okada Takeshi (Osaka, 25 de agosto de 1956) é um ex-futebolista e treinador de futebol japonês.

Carreira de jogador[editar | editar código-fonte]

Na época de jogador, Okada era defensor e jogou em apenas uma equipe, o Furukawa Electric (atual JEF United Ichihara Chiba), atuando em 189 partidas e marcando 9 gols entre 1980 e 1990, ano em que se aposentou dos gramados. Na época, o futebol nipônico ainda era amador.

Na Seleção Japonesa, Okada participou de 24 jogos entre 1980 e 1985, tendo marcado um gol.

Carreira como treinador[editar | editar código-fonte]

Em 1997, Okada, que permaneceu 6 anos longe do futebol, foi contratado para ser o novo treinador do Japão. A intenção era classificar os Samurais para a Copa de 1998 (o Japão perdera no último minuto de jogo a classificação para o Mundial dos EUA, em 1993, contra o Iraque), substituindo Shu Kamo, que treinou a seleção durante 3 anos.

A classificação veio com facilidade - apesar da ameaça de uma nova perda de vaga, desta vez contra a modesta Seleção de Omã. Com exceção desta partida, as demais seleções foram derrotadas sem sustos pelos japoneses, com direito a um duplo 10 a 0 sobre a minúscula Seleção Macaense de Futebol. O destaque foi Kazuyoshi Miura, autor de onze gols.

Mesmo tendo sido importante para a classificação, Kazu foi inexplicavelmente cortado por Okada, causando revolta entre os torcedores japoneses. Com um time fraco, o Japão caiu na primeira fase, e Okada saiu do cargo logo após a competição, dando lugar ao francês Philippe Troussier.

Em clubes, trabalhou no Consadole Sapporo (1999-01) e no Yokohama F. Marinos (2003-06), sendo que nesta equipe, foi eleito por 2 vezes consecutivas o melhor técnico da J. League. Voltaria ao comando da Seleção Japonesa em dezembro de 2007, substituindo o bósnio Ivica Osim, afastado por problemas de saúde, permanecendo no cargo até 2010.

A última equipe treinada por Okada foi o Zhejiang Lücheng[1], tendo permanecido entre 2011 e 2013 no clube chinês[2].

Referências

Bandeira de JapãoSoccer icon Este artigo sobre um futebolista japonês é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.