João Carlos Costa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
João Carlos Costa
Informações pessoais
Nome completo João Carlos Costa
Data de nasc. 15 de janeiro de 1956 (61 anos)
Local de nasc. Rio de Janeiro, RJ,  Brasil
Altura 1,74 m
Apelido , JC, Joca
Informações profissionais
Equipa atual Sem clube
Posição Treinador
Times/Equipas que treinou
19791988
19881989
1989
19891990
19901992
19931994
1995
1995
19961998
1999
1999
1999
19992000
20002002
2002
2003
2005
2006
2007
2007
2008
2008
20082009
2009
20112012
Brasil Flamengo (cat. base)
Brasil Flamengo (auxiliar/interino)
Brasil Brasil sub-17 (prep. físico)
Arábia Saudita Al Hilal
Brasil Flamengo (assistente)
Brasil América-SP
Brasil Rio Branco-SP
Brasil Bragantino
Japão Kashima Antlers
Brasil Atlético-PR
Brasil Araçatuba
Brasil União São João
Brasil Brasil Sub-20
Japão Nagoya Grampus
Japão Cerezo Osaka
Brasil Flamengo
Japão Consadole Sapporo
Flag of Jamaica.svg Jamaica
Brasil América-SP
Arábia Saudita Al Tai
Brasil CRB
Brasil Tupi
Brasil CRB
Brasil Tigres do Brasil
África do Sul Orlando Pirates
Última atualização: 26 de Setembro de 2013

João Carlos Costa (Rio de Janeiro, 15 de janeiro de 1956) é um treinador de futebol brasileiro.

Começou a carreira nas divisões de base do Flamengo, onde trabalhou até chegar ao profissional. Passou pela Seleção Brasileira Sub-17 e Sub-20 nos Mundiais da Itália e Nigeria, e nos Sul-Americanos da Colombia e Paraguai. Fez muito sucesso no Japão treinando equipes como o Kashima Antlers, Nagoya Grampus Eight, Cerezo Osaka e Consadole Sapporo. Por lá conquistou títulos como a J-League, Copa Nabisco, Copa Xerox e Copa do Imperador, sendo assim eleito o Melhor treinador do ano de 1997. Depois de passagem pelo futebol mineiro, paulista e carioca.

Flamengo[editar | editar código-fonte]

João Carlos começou a trabalhar no mundo futebolístico dentro do próprio Flamengo. Sua primeira experiência foi como Estagiário de Preparação Física da Equipe Junior ainda no ano de 1979, logo após, continuou a trabalhar com as divisões de base colecionando títulos da categoria.

Em 1988 depois de auxiliar Carlinhos na equipe principal, João Carlos foi convidado para treinar o time no decorrer da Copa Kirin disputada no Japão. As boas atuações da equipe renderem vitórias sobre as seleções do Japão e também sobre a Seleção da China, além do poderoso time alemão do Bayer Leverkusen. Em decorrência das vitórias, o Flamengo se sagrou Campeão do torneio e João Carlos Costa ganhou moral com a diretoria rubro-negra.

Ainda em 1988, João Carlos Costa assumiu o Flamengo interinamente após demissão de Candinho. Seu trabalho era comandar o time em algumas partidas amistosas e também no Campeonato Brasileiro. Contudo, sete jogos após, o treinador deu lugar para o Mestre Telê Santana.

No ano de 1989 após demissão de Telê Santana, João Carlos que à época havia se tornado seu auxiliar, assumiu mais uma vez o comando interino do Mais Querido do Brasil. Desta vez foram quatro partidas com duas vitórias, uma derrota e outro empate. Todavia, mais uma vez o treinador não foi efetivado e insatisfeito aceitou um convite do futebol árabe para treinar o saudita Al Hilal. Em 1990 voltaria ao Flamengo para compor mais uma vez a comissão técnica. Ao lado de Jair Pereira, conquistou a então inédita Copa do Brasil de 1990 de forma invicta, sendo convidado para assumir a preparação física da Seleção Brasileira de sub-17 no o ano seguinte. Em 1992, ano em que conquistara o Campeonato Brasileiro como Auxiliar Técnico de Carlinhos, foi também convidado para assumir mais uma vez a preparação física da Seleção Brasileira, desta vez, o time Sub-20.

Em 2002, o convite do Flamengo tocou seu coração e João Carlos Costa tornou á terras tupiniquins. De volta a Gávea depois de 10 anos, João que havia ganho fama de exímio estrategista depois da sua brilhante passagem pelo exterior, tinha a missão de substituir Carlos Alberto Torres, que em 2002 havia conseguido apenas uma vitória em oito partidas disputadas.

Kashima Antlers[editar | editar código-fonte]

Em 1996, João Carlos chegou ao Kashima Antlers, convidado por Zico, diretor técnico da equipe. Em seu primeiro ano, levou o time a primeira conquista da J-League. Em 1997, levou o time a três conquistas, a inédita Nabisco Cup, conquistou o 1° turno da J.League e conquistando a inédita Emperor Cup de 1997. João Carlos levou o prêmio de melhor técnico da J-League 1997. Em 1998 treinou o time em 11 partidas até se despedir de Ibaraki.



Títulos[editar | editar código-fonte]

Flamengo

Bi-Campeão Estadual: 1981

Vice-Campeão Estadual: 1982

Campeão do Torneio Internacional da Coréia: 1983

Campeão Estadual: 1983

Campeão do Torneio Octavio Pinto Guimarães: 1984

Vice-Campeão Estadual: 1984

Bi-Campeão do Torneio Octavio Pinto Guimarães: 1985

Campeão Carioca: 1985

Campeão Carioca: 1986

Campeão Brasileiro: 1986

Campeão Brasileiro: 1987

Campeão da Taça Guanabara: 1988

Campeão da Copa Kirin: 1988

Al Hilal Sport

Campeão Nacional na Arábia Saudita: 1989

Flamengo

Campeão da Copa do Brasil: 1990

Campeão do Campeonato Capital: 1991

Campeão da Primeira Taça do Estado do Rio de Janeiro: 1991

Seleção Brasileira Sub-17

Campeão Sul-Americano: 1991

Flamengo

Campeão Brasileiro: 1992

Seleção Brasileira Sub-20

Tri-Campeão Sul-Americano: 1992

Campeão da Copa Governador do Estado Carabobo: 1992

América-SP

Classificação do América-SP para a 1° Divisão do Paulista: 1993

Campeão do Torneio da Cidade de São Paulo: 1993

Campeão do Interior: 1994

Kashima Antlers

Campeão da J-League: 1996

Campeão da Copa Xerox: 1997

Vice-Campeão da J-League: 1997

Campeão da Copa Nabisco: 1997

Campeão da Copa do Imperador: 1997

Campeão da Copa Xerox: 1998

Nagoya Grampus Eight

Campeão da Copa do Imperador: 2000

Campeão da Copa Tokai: 2000

Tupi Football Club

Campeão do Interior - Federação Mineira de Futebol: 2008

Orlando Pirates

Campeão da Copa Black Label 2011

Campeão da Copa MTN8 2011

Campeão da Telkom KO 2011

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um treinador de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.