Maurício de Freitas Teixeira Campos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Maurício de Freitas Teixeira Campos
Nascimento 30 de agosto de 1933 (85 anos)
Rio Pomba
Cidadania Brasil
Ocupação político

Maurício de Freitas Teixeira Campos (Rio Pomba, 30 de agosto de 1933) é um agropecuarista, engenheiro, professor e político brasileiro que foi prefeito da capital mineira no governo Francelino Pereira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de José Simões de Araújo Campos e Maria de Freitas Teixeira Campos. Engenheiro Mecânico e Elétrico formado pela Universidade Federal de Minas Gerais em 1960 com pós-graduação em turborreatores e turbomotores pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica em São José dos Campos, dirigiu o Departamento de Águas e Esgotos de Belo Horizonte e foi professor na UFMG e na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Presidente da Sociedade Mineira de Engenheiros (1976-1977), filiou-se à ARENA e foi eleito deputado federal em 1978, afastando-se do mandato para exercer o cargo de prefeito de Belo Horizonte após nomeação do governador Francelino Pereira.[1] Em 1980 migrou para o PDS e foi reeleito deputado federal em 1982. Por ocasião da sucessão do presidente João Figueiredo seguiu Aureliano Chaves e ingressou no PFL onde perdeu a eleição para prefeito de Belo Horizonte em 1985 para Sérgio Ferrara após começar a disputa como favorito.[2]

Eleito primeiro vice-presidente nacional do PFL, assumiu o comando da legenda quando Guilherme Palmeira disputou o governo de Alagoas em 1986. Reeleito deputado federal nesse mesmo ano, Campos ingressou no PL em 1989 sendo reeleito em 1990. Candidato a prefeito de Belo Horizonte em 1992, foi derrotado por Patrus Ananias no segundo turno. Reeleito para o seu quinto mandato consecutivo de deputado federal em 1994, foi duas vezes secretário de estado no governo Eduardo Azeredo,[3] quando já estava filiado ao PSDB.

Precedido por
Luís Verano
Prefeito de Belo Horizonte
19791982
Sucedido por
Júlio Laender

Referências

  1. Administrou a capital mineira entre 3 de abril de 1979 a 14 de maio de 1982.
  2. Veja, 20/11/1985.
  3. Secretário de Indústria, Comércio e Turismo de 12 de agosto de 1996 a 31 de dezembro de 1997, retonando ao cargo entre 11 de maio a 3 de setembro de 1998.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]