Memphis Blues (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Memphis Blues
Álbum de estúdio de Cyndi Lauper
Lançamento 22 de junho de 2010
Gravação Março de 2010
Gênero(s) Memphis blues, blues rock, soul blues
Duração 45:24
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, descarga digital, Vinil
Gravadora(s) Downtown Records no Brasil por LAB 344
Produção Cyndi Lauper, Scott Bomar
Cronologia de Cyndi Lauper
Bring Ya to the Brink
(2008)
Detour
(2016)
Singles de Memphis Blues
  1. "Just Your Fool"
    Lançamento: 18 de Maio de 2010

Memphis Blues é o décimo primeiro álbum de estúdio da cantora ícone pop americana Cyndi Lauper, lançado nos Estados Unidos em 22 de Junho de 2010. O primeiro single do álbum foi "Just Your Fool", lançado em 18 de Maio de 2010 apenas em versão digital. O álbum foi lançado na Oceania em Julho, obtendo sucesso de vendas nos países Austrália e Nova Zelândia. Já na Europa o álbum só foi lançado em Setembro, obtendo sucesso de vendas; sendo seu primeiro álbum nas paradas britânicas desde 1994.[1] Cyndi também fez uma pequena tour por alguns países Europeus para divulgar o álbum, passando por países como França, Reino Unido e Alemanha. No Japão o álbum foi lançado apenas em 9 de fevereiro de 2011 com uma edição especial limitada com DVD Bonus das gravações do CD, pelo selo Sony Music.[2]

Sobre[editar | editar código-fonte]

Cyndi anunciou através de seu twitter, no fim de 2009 que estaria lançando um álbum de Blues em 2010. Cyndi deu inicio às gravações do álbum em Março de 2010 no Electrophonic Studios, em Memphis, Tennessee, com o produtor Scott Bomar, seu freqüente colaborador Bill Wittman e convidados especiais, como Charlie Musselwhite, Ann Peebles e Allen Toussaint. O album foi indicado ao 53º Grammy Award, no ano de 2010, na categoria Best Traditional Blues Album.[3][carece de fontes?]

Divulgação[editar | editar código-fonte]

Cyndi deu inicio à promoção do álbum no programa americano de grande sucesso The Late Show With David Letterman em 14 de junho, cantando a canção Early In The Mornin'.[4]

Cyndi apareceu no Joy Behar Show em 21 de junho, The Howard Stern Show e The Ellen DeGeneres Show em 22 de junho, Good Morning America em 23 de junho e Live with Regis and Kelly em 24 de junho.[5][6][7][8]

Cyndi foi homenageada no Narm Awards 2010 por sua grande contribuição para o mundo da música. Lauper executou várias músicas do álbum Memphis Blues no evento, incluindo Shattered Dreams[9]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Just Your Fool" (feat. Charlie Musselwhite) (Marion Walter Jacobs)
  2. "Shattered Dreams" (feat. Allen Toussaint) (Lowell Fulsom, Washington Ferdinand)
  3. "Early in the Mornin" (feat. Allen Toussaint & B.B. King) (Leo Hickman, Louis Jordan, Dallas Bartley)
  4. "Romance in the Dark" (Lil Green) (Roxanne Seeman & Philipp Steinke)
  5. "How Blue Can You Get?" (Jonny Lang) (Jane Feather)
  6. "Down Don't Bother Me" (feat. Charlie Musselwhite) (Albert King)
  7. "Don't Cry No More" (Don Robey)
  8. "Rollin' and Tumblin'" (feat. Ann Peebles) (Traditional) (Muddy Waters)
  9. "Down So Low" (Tracy Nelson)
  10. "Mother Earth" (Memphis Slim) (feat. Allen Toussaint) (Peter Chatman)
  11. "Crossroads" (feat. Jonny Lang) (Robert Johnson)
  12. "Wild Women Don't Get the Blues" [Amazon.com MP3 e faixa bônus do Brasil]
  13. "I Don't Want to Cry" (feat. Leo Gandelman) [faixa bônus do Brasil]

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Crítico[editar | editar código-fonte]

Memphis Blues foi eleito o 7° melhor álbum de 2010 pelo tabloide de influência global New York Post.[10]

Comercial[editar | editar código-fonte]

"Memphis Blues" debutou na #26 posição, na Billboard 200, vendendo um total de 16 mil cópias na semana de lançamento e conquistando a terceira melhor posição da carreira de Lauper. O álbum é considerado um sucesso para o genêro, pois ficou 14 semanas em primeiro lugar na parada de blues da Billboard e suas vendas já ultrapassaram mais de 600 mil cópias, sendo 10 mil destas no Brasil.[11][12][13] Além disso, 7 canções do álbum entraram de uma só vez no Top 25 Billboards Blues Digital Songs, incluindo Crossroads em #1 lugar.[14]

Chart (2010) Pico
Posição
Estados UnidosBillboard 200 26[12]
Estados UnidosBillboard Blues Albums 1[12]
Estados UnidosBillboard Digital Albums 21[12]
Estados UnidosBillboard Independent Albums 2[12]
Estados UnidosBillboard Years End Top Selling 1[15]
Reino UnidoUK Independent Albums 13[1]
FrançaFrance Albums Charts 31[16]
JapãoJapan Albums Charts 11[17]

Referências