Miocárdio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Diagrama mostrando o miocárdio e uma artéria coronária.

O miocárdio é um músculo cardíaco, isto é, a própria parede do coração. A porção mais interna se chama endocárdio e a mais externa pericárdio.

O miocárdio é composto por um tecido muscular especial, o músculo cardíaco, e tem como função básica ejetar o sangue que se encontra no interior do coração. As células musculares neste tecido são chamados cardiomiócitos.[1][2]

Fisiologia[editar | editar código-fonte]

Nos mamíferos o coração é chamado miogênico, ou seja, produz seus próprios impulsos elétricos através de células especializadas na parede do átrio direito (nódulo sino-atrial).A frequência de batimentos é regulada pelas adrenais.

A força de contração também é modulada no ser vivo por ação do volume de sangue na cavidade (pré-carga) e da resistência ao esvaziamento do coração (pós-carga).

Seu terço mais interno (região subendocárdica), recebe nutrientes e oxigênio por difusão direta a partir do sangue que é bombeado pelo coração, mas seus dois terços mais externos (região subepicárdica) dependem de uma circulação própria, a circulação coronária.

Propriedades[editar | editar código-fonte]

As principais propriedades do miocárdio são[3]:

  • Batmotropismo ou Excitabilidade: Capacidade do coração pode ser estimulada através da manutenção de um limiar e despolarizar ao ser estimulado por um potencial elétrico.
  • Inotropismo ou Contratilidade: Capacidade do coração de se contrair sob certos estímulos. Efeito inotrópico positivo é aquele que aumentam a contratilidade e negativo o que diminui.
  • Cronotropismo ou Automotismo e Ritmicidade: Capacidade do coração pode gerar seus próprios impulsos elétricos. Efeito cronotrópico positivo é aquele que melhora a geração de impulsos e negativo o que piora.
  • Dromotropismo ou Condutividade: Capacidade de condução dos impulsos cardíacos pelo sistema. Efeito dromotrópico positivo é aquele que aumenta essa capacidade de condução de impulsos e negativo o que diminui.
  • Lusitropismo ou Retratabilidade: Capacidade de relaxamento do coração sob certos estímulos. Efeito lusitrópico positivo é aquele que aumenta a capacidade do miocárdio de relaxar e negativo o que diminui.

Patologia[editar | editar código-fonte]

A necrose (morte) de parte do miocárdio se chama infarto agudo do miocárdio e é comumente provocada por obstrução de parte das artérias coronárias por aterosclerose.

Referências

  1. Pollard, Thomas D. and Earnshaw, William. C., "Cell Biology". Philadelphia: Saunders. 2007.
  2. Olivetti G, Cigola E, Maestri R; et al. (1996). «Aging, cardiac hypertrophy and ischemic cardiomyopathy do not affect the proportion of mononucleated and multinucleated myocytes in the human heart». Journal of Molecular and Cellular Cardiology [S.l.: s.n.] 28 (7): 1463–77. doi:10.1006/jmcc.1996.0137. PMID 8841934. 
  3. http://www.profesorenlinea.cl/Ciencias/CorazonMorfoFisiologia.html

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Histologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.