Miss Global

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miss Global
Tipo Concurso de Beleza
Fundação 2013
Sede Estados Unidos Los Angeles
Proprietário Van Pham
Sítio oficial MissGlobal.com

Miss Global é um concurso de beleza feminino de nível internacional com média abrangência, tendo sua sede localizada em Los Angeles, nos Estados Unidos. O concurso que se originou na Califórnia, consegue reunir candidatas de até quarenta países por ano, tendo sua primeira final disputada em 2013. Seu objetivo é desenvolver uma candidata capacitada para ser uma propagadora da boa vontade, uma formadora de tendências de liderança e acima de tudo, uma embaixadora da beleza e da diversidade cultural. É caracterizado publicamente por autorizar a participação de mulheres que tenham filhos. [1]

Vencedoras[editar | editar código-fonte]

Para o concurso nacional que envia a brasileira para esta disputa, vá até Belezas do Brasil.

Ano Vencedora País R Local
2013 Emily Kiss Canadá Canadá [2] Estados Unidos Los Angeles
2014 Ela Mino Canadá Canadá [3] Estados Unidos Los Angeles
2015 Jessica Peart Austrália Austrália [4] Filipinas Manila
2016 Angela Bonilla Equador Equador [5] Filipinas Manila
2017 Bárbara Vitorelli Brasil Brasil [6] Camboja Phnom Penh
2018 Sophia Ng Hong Kong Hong Kong [7] Filipinas Manila
2019 Karolina Kokesova República Tcheca [8] Oaxaca

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Por país[editar | editar código-fonte]

Na foto, a vencedora do concurso Miss Global 2014, a canadense de Calgary, Ela Mino.

Títulos País Vitórias
2 Canadá Canadá 2013, 2014
1 República Tcheca 2019
Hong Kong Hong Kong 2018
Brasil Brasil 2017
Equador Equador 2016
Austrália Austrália 2015

Por continente[editar | editar código-fonte]

Títulos Continente Última Vitória
4 Americas (orthographic projection).svg Américas Brasil (2017)
1 Asia (orthographic projection).svg Ásia Hong Kong (2018)
Oceania (orthographic projection).svg Oceania Austrália (2015)
Europe orthographic Caucasus Urals boundary.svg Europa República Tcheca (2019)
0 Africa (orthographic projection).svg África

Escândalo na edição de 2019-2020[editar | editar código-fonte]

Em janeiro de 2020, durante a final, após cinco hora de concurso, Ramiro Gutierrez, coordenador do concurso na cidade de Oaxaca (México), entrou no palco e disse que o dono do Miss Global, Van M. Pham, havia decidido nomear um Top 18 diferente do Top 11 decidido anteriormente e que Pham ainda havia dito que havia erros na contagem dos votos. Ramiro, com Pham ao lado, disse: "Não podemos permitir que um senhor venha fazer uma fraude aqui em nossa casa. Nem que venha insultar a todos e dizer que somos ignorantes neste tema. O senhor é um fraudulento e não vamos permitir que continue com isso". O anúncio da vencedora aconteceu uma hora depois da transmissão ao vivo, via You Tube, ter sido encerrada, tendo a candidata da República Tchec, Karolina Kokesova, sido anunciada vencedora. [8]

Referências

  1. GLOBAL, Miss (13 de setembro de 2016). «The Miss Global Organization's mission!». Miss Global 
  2. KHUAN, Thnug (13 de setembro de 2016). «Miss Global Emily Kiss!». Vietnam Breaking News 
  3. NORMAN, Norman (13 de setembro de 2016). «Ela Mino of Canada wins Miss Global 2014!». Norman Norman 
  4. ANGELOPEDIA, From (13 de setembro de 2016). «Jessica Peart from Australia Crowned Miss Global 2015!». Angelopedia 
  5. NORMAN, Norman (24 de setembro de 2016). «Sunday Specials: Angela Bonilla of Ecuador takes Miss Global 2016!». Norman Norman 
  6. THE INDIA TIMES, By (18 de novembro de 2017). «Barbara Vitorelli of Brazil crowned Miss Global 2017!». Femina Beauty Pageants 
  7. PORNEL, Atom (12 de fevereiro de 2019). «Miss Global winner Sophia Ng looks up to Filipina Miss Universe Catriona Gray!». oood News Pilipinas 
  8. a b «Com 5 horas de duração, Miss Global termina com barraco no palco». GaúchaZH. 19 de janeiro de 2020. Consultado em 19 de janeiro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]