Money (canção de Pink Floyd)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
"Money"
Single de Pink Floyd
do álbum The Dark Side of the Moon
Lançamento 23 de Junho de 1973
Gravação Junho de 1972 - Janeiro de 1973 na Abbey Road Studios em Londres, Reino Unido
Gênero(s)
Duração
  • 3:59 (versão do single)
  • 6:22 (versão do álbum)
Gravadora(s) Harvest, EMI (RU)
Harvest, Capitol (EUA)
Composição Roger Waters
Produção Pink Floyd
Cronologia de singles de Pink Floyd
"Free Four"
(1972)
"Us and Them"/"Time"
(1973)
Linha de baixo de Roger Waters, descrita por Adrian Ashton como "um dos mais memoráveis riffs de baixo já gravados."[2]

"Money" é uma canção do grupo britânico de Rock Progressivo Pink Floyd, do álbum The Dark Side of the Moon.

Escrita pelo baixista Roger Waters, esta canção abre o segundo lado do LP original, e é a única canção no álbum que entrou para o top 20 da Billboard Hot 100. A canção “Money” é conhecida pela sua incomum assinatura de tempo 7/4–4/4 e o som de moedas e caixa registradora que dão início à canção. Na exposição de 2017 em Londres - "Their Mortal Remains" - figurava, na vitrina dedicada ao álbum, uma parte da fiada de moedas originais que foram utilizadas para a gravação. Este som introdutório é similar a "Time."

Recepção[editar | editar código-fonte]

Em 2008, a revista Guitar World listou o solo de Gilmour em "Money" como número 62 pelos votos de leitores para a lista "Os 100 melhores solos de guitarra".[3] A canção também foi classificada no número 69 na lista "As 100 melhores canções de guitarra de todos os tempos" da Rolling Stone.[4]

Ficha Técnica[editar | editar código-fonte]

Tabelas[editar | editar código-fonte]

Tabela (1973) Posição
Billboard Hot 100 (EUA)
13

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Bill Wyman. «All 165 Pink Floyd Songs, Ranked From Worst to Best». Vulture. Consultado em 23 de outubro de 2018. 
  2. Adrian Ashton (2006), The Bass Handbook, Backbeat Books, ISBN 0-87930-872-9.
  3. «Guitar World Presents The Greatest 100 Guitar Solos». Guitar World. 30 de outubro de 2008. Consultado em 23 de outubro de 2018. Arquivado em 2010-11-30 no Wayback Machine.
  4. «The 100 Greatest Guitar Songs of All Time». Rolling Stone. 2008. Consultado em 23 de outubro de 2018.. David Gilmour hangs back for the first three minutes of this definitive Floyd rocker, which started as an acoustic blues song in rehearsals. Then the song shifts from a 7/4 stomp into straight time, and he delivers a rampaging freakout, ending up on notes so high most guitars don't even reach them. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]