Morarji Desai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2012). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Morarji Desai
Morarji Desai em 1978.
Primeiro-ministro da Índia
Período 1 de julho de 1977
até 28 de julho de 1979
Antecessor Indira Gandhi
Sucessor Choudhary Charan Singh
Dados pessoais
Nascimento 29 de fevereiro de 1896
Bhadeli, Índia britânica
Morte 10 de abril de 1995 (99 anos)
Nova Delhi, Índia
Nacionalidade Índia Indiano
Partido Partido do Povo Indiano
Religião Hinduísmo
Profissão Ativista

Morarji Desai (29 de fevereiro de 1896 - 10 de abril de 1995)[1] foi um ativista pela independência da Índia e político indiano. Ocupou o cargo de primeiro-ministro da Índia entre 1977 e 1979, sendo o primeiro a ocupar o cargo, sem estar relacionado com o Congresso Nacional Indiano.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu em Bhadeli, Valsad, na antiga Presidência de Bombaim (no atual Gujarate). Filho de um professor, formou-se no primário na escola Wilson College de Bombaim, realizou os estudos unversitário na Universidade de Bombaim e em 1918 consegue seu primeiro emprego dentro da administração daquela cidade. Em 1930 abandona seu emprego, e guiado pelos ideais nacionalistas de Mahatma Gandhi, se une ao movimento da luta civil pela independência da índia, o que custou-lhe cerca de cinco prisões em áreas britânicas entre 1930 e 1940. Em 1965 é nomeado Ministro do Comércio e Indústria, cargo que ocupou até renunciar em 1963. Em 1967 ocupa o cargo de vice-primeiro-ministro, demitindo-se em 1969 para ingressar na lista de oposição ao Partido do Congresso liderado por Indira Gandhi. Em 1975, quando Indira Gandhi ocupa um governo de emergência, Morarji Desai é perseguido e preso devido as suas atividades políticas[2]. Após sua saída da cadeia em 1977, forma o partido Bharatiya Janata Party (Partido do Povo Indiano), com o qual ganha as eleições e torna-se o primeiro-ministro daquele ano. Renuncia em 15 de julho de 1979 após a demissão dos membros do partido e um iminente voto de censura, sendo o primeiro desde a independência da Índia a não pertencer ao Partido do Congresso [2]. Posteriormente retira-se da política. Falece em Bombaim em 1995[1]. Foi vegetariano “por nascimento e por convicção.”[3]

Referências

Precedido por
Indira Gandhi
Primeiro-ministro da Índia
1977 - 1979
Sucedido por
Choudhary Charan Singh