Museu de Arte de Cleveland

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Museu de Arte de Cleveland
Tipo museu de arte, edificação
Inauguração 1913 (104 anos)
Administração
Website http://www.clevelandart.org/
Geografia
Coordenadas 41° 30′ N 81° 36′ W
Cidade Cleveland
País Estados Unidos

O Museu de Arte de Cleveland (em inglês: Cleveland Museum of Art) é um museu dos Estados Unidos, localizado em Cleveland, Ohio.

É um dos maiores museus de arte dos Estados Unidos, com um acervo de mais de 43 mil peças. Foi fundado em 1913 e instalado em 1916. O edifício foi ampliado várias vezes, a última em 2009, com projeto de Rafael Viñoly.

Possui os departamentos de Arte Chinesa, Arte Moderna da Europa, Arte Africana, Desenhos, Gravuras, Pinturas e Esculturas da Europa, Têxteis, Arte Islâmica, Pintura e Escultura dos Estados Unidos, Arte da Grécia e Roma, Arte Contemporânea, Arte Medieval, Artes Decorativas e Design, Arte das Antigas Américas e Oceania, e Fotografia.

Em seu acervo constam obras importantes de Caravaggio, El Greco, Poussin, Rubens, Hals, David, Goya, Turner, Dalí, Matisse, Renoir, Gauguin, Church, Cole, Corot, Monet, van Gogh, Picasso e muitos outros mestres.

O museu também uma série de atividades paralelas, como palestras, visitas guiadas, atividades infantis, concertos e exibição de filmes.

Expansão[editar | editar código-fonte]

Em março de 1958, o Museu de Arte de Cleveland teve seu espaço duplicado no lado norte do ambiente e teve uma nova expansão em 1971. [1]

Público[editar | editar código-fonte]

Entre o dia 1° de julho de 2013 e 30 de junho de 2014, o museu teve 597.715 visitantes, o maior número registrado durante esta década. [2]

Coleção Permanente[editar | editar código-fonte]

Em junho de 2004, o museu adquiriu uma escultura de bronze que representa Apollo Sauroktonos. Acredita-se que esta obra seja a original feita por Praxiteles de Atenas, um dos escultores mais conhecidos do século IV D.C. Após a realização de uma série de estudos e análises, Michael Bennet, importante curador na Grécia e Roma, afirmou que a peça era datada de 350 A.C. a 250 A.C. [3]

O museu tem em seu acervo uma vasta quantidade de obras da cultura asiática e é considerado um dos melhores dos Estados Unidos. Em 2008, o "United States Postal Service" escolheu a famosa obra de Botticelli chamada "Virgin and Child with the Young John the Baptist", localizada no Museu de Arte de Cleveland , como a obra de Natal daquele ano. [4]

Direção[editar | editar código-fonte]

O primeiro diretor do Museu de Arte de Cleveland foi Frederic Allen Whiting, durante os anos de 1913 e 1930. Atualmente, o local é direcionado por William M. Griswold, que está no cargo desde 2014. [5]

Referências

  1. «Rediscovering China, India and Southeast Asia at the Cleveland Museum of Art: The new West Wing». cleveland.com (em inglês) 
  2. kmiers (29 de julho de 2014). «Cleveland Museum of Art Reports Strong Gains in Attendance, Membership, Fundraising». Cleveland Museum of Art (em inglês) 
  3. admin (15 de agosto de 2012). «Collections Online». Cleveland Museum of Art (em inglês) 
  4. «USPS Postal News: 2008 Stamps». 9 de maio de 2009. Consultado em 19 de setembro de 2017 
  5. «After triumph and trauma, the Cleveland Museum of Art seeks committed, long-term leadership: CMA 2014». cleveland.com (em inglês) 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Museu de Arte de Cleveland