Na Corte do Egito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
"Na Corte do Egito"
Canção de Fernanda Brum
do álbum Profetizando às Nações
Lançamento 2006
Formato(s) CD
Gênero(s) Música cristã contemporânea
Duração 04:07
Gravadora(s) MK Music
Composição Luiz Arcanjo e Deco Rodrigues
Produção Emerson Pinheiro
Faixas de Profetizando às Nações
"Vale de Ossos Secos"
(10)
"Outra Vez"
(12)

"Na Corte do Egito" é uma canção gravada pela cantora brasileira Fernanda Brum, registrada no álbum Profetizando às Nações, lançado em 2006. Foi composta por Luiz Arcanjo e Deco Rodrigues, na época integrantes do grupo Toque no Altar. Em sua versão original foi produzida por Emerson Pinheiro, que a deu uma melodia pop, que contém uma forte presença dos vocais de apoio e da bateria. O disco que a contém recebeu disco de platina da ABPD, mas a versão original da canção não teve tanta popularidade, sendo a versão do Trazendo a Arca que a fez conhecida em todo o brasil.[1][2]

Outras versões[editar | editar código-fonte]

Versão de Trazendo a Arca[editar | editar código-fonte]

"Na Corte do Egito"
Canção de Trazendo a Arca
do álbum Marca da Promessa
Lançamento BrasilJunho de 2007
Formato(s) CD
Gênero(s) Música cristã contemporânea, pop rock
Duração 04:39
Gravadora(s) Marcas da Promessa Distribuição
Composição Luiz Arcanjo e Deco Rodrigues
Produção Ronald Fonseca
Faixas de Marca da Promessa
"Celebre"
(1)
"Não Vou Desistir"
(3)

"Na Corte do Egito" é uma canção gravada pela banda cristã brasileira Trazendo a Arca, registrada no álbum Marca da Promessa, lançado em junho de 2007. Foi composta por Luiz Arcanjo e Deco Rodrigues, respectivos vocalista e baixista da banda. Nessa versão recebeu a interpretação de Luiz Arcanjo.[3]

A canção se tornou uma das mais conhecidas de seu disco, sendo tocada exaustivamente nas rádios cristãs do Brasil, em conjunto com "Marca da Promessa" e "Sobre as Águas".[4]

Diferentemente da versão de Fernanda Brum, foi produzida por Ronald Fonseca, que criou um arranjo de cordas que em conjunto com um solo de guitarra executado por Isaac Ramos faz a canção ter influências que vão desde ao pop rock ao power metal. Os vocais de apoio fazem presente no refrão da canção.[5] Tais arranjos foram elogiados pela crítica especcializada. Sua letra fala sobre santidade, onde uma pessoa declara que deseja ser santo como Deus.[3]

"Na Corte do Egito" foi regravada pelo grupo no DVD Ao Vivo no Maracanãzinho, em que Luiz Arcanjo novamente a interpretou.[6]

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Banda
Músicos convidados

Referências

  1. «CD Profetizando às Nações (Fernanda Brum) - Análise». Super Gospel. Consultado em 15 de julho de 2012 
  2. ABPD. «Associação Brasileira de Produtores de Disco». Consultado em 19 de março de 2012 
  3. a b Azevedo, Roberto (23 de julho de 2007). «CD Marca da Promessa-Trazendo a Arca (Análise)». Super Gospel. Consultado em 17 de outubro de 2011 
  4. «Comprar - CD Trazendo a Arca - Marca da Promessa». Gospel Goods. Consultado em 26 de julho de 2012. Arquivado do original em 15 de fevereiro de 2013 
  5. (2007) Créditos do álbum Marca da Promessa por Trazendo a Arca. Marcas da Promessa Distribuição.
  6. «Confira a cobertura exclusiva do primeiro DVD do Trazendo a Arca». Gospel+. 26 de maio de 2008. Consultado em 17 de novembro de 2011. Cópia arquivada em 11 de julho de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.