Olha pra Mim (álbum de Toque no Altar)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Olha pra Mim
Álbum de estúdio de Toque no Altar
Lançamento 1 de maio de 2006
Gravação 2005-06: Estúdio Peniel e Reuel
Gênero(s) Música cristã contemporânea, canto congregacional, pop rock
Duração 70:47
Idioma(s) Português
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Independente
Produção Ronald Fonseca
Arranjos Ronald Fonseca e Zé Canuto
Cronologia de Toque no Altar
Toque no Altar e Restituição
(2006)
Deus de Promessas Ao Vivo
(2007)

Olha pra Mim é o quarto álbum musical da banda brasileira de música cristã Toque no Altar, lançado em 1 de maio de 2006 de forma independente.[1][2]

Produzido e arranjado por Ronald Fonseca, com contribuições de Zé Canuto nos arranjos de metais e participação de Bene Maldonado, guitarrista do Fruto Sagrado,[1] o disco é geralmente tido como o melhor na discografia do Toque no Altar e do Trazendo a Arca, banda na qual membros do Toque no Altar formariam posteriormente. Várias das canções do disco foram executadas em rádios religiosas do Brasil e regravadas em outros álbuns da banda, principalmente "O Chão Vai Tremer" e "Tua Graça me Basta".[2][1] O disco também conquistou avaliações favoráveis da crítica e foi eleito o 24º melhor disco da década de 2000, de acordo com lista publicada pelo Super Gospel.[3]

Nos vocais, ocorre a divisão de canções definitiva de Luiz Arcanjo e Davi Sacer, interpretando juntos apenas a faixa-título. Arcanjo é o compositor da maioria das faixas, a maior parte escritas juntamente com Sacer, Fonseca ou o baixista Deco Rodrigues. Vendeu cerca de meio milhão de cópias,[1][4] e garantiu várias premiações ao Toque no Altar no Troféu Talento em 2007, como Álbum do ano e Álbum Adoração e Louvor. Na época, com a divisão do grupo, Luiz Arcanjo, Davi Sacer, Verônica Sacer e Ronald Fonseca receberam o prêmio em nome do grupo, mesmo sendo ex-integrantes.[5]

Em 2008, parte do repertório do disco foi incluso no DVD Ao Vivo no Maracanãzinho, do Trazendo a Arca.[6] O próprio Toque no Altar registrou as músicas "O Chão Vai Tremer", "Tua Graça me Basta", "Me Arrebataste" e "Olha pra Mim" na versão audiovisual de É Impossível, mas Deus Pode, também lançado em 2008.[7]

História[editar | editar código-fonte]

Parte das músicas de Olha pra Mim foram escritas entre 2004 a 2006. Eram músicas que não foram utilizadas no álbum Deus de Promessas (2005), pois se tratava de um disco cujas composições tiveram temática específica e definida por Marcus Gregório, pastor do Ministério Apascentar. Por isso, Luiz Arcanjo aparece como compositor majoritário no repertório. A faixa-título, "Olha pra Mim", segundo Davi Sacer, surgiu em 2004, juntamente com uma dinâmica após a música "Restitui".

Sobre a instrumentação do disco, Luiz Arcanjo disse, em entrevista ao Casa Gospel, em 2006: "Olha pra Mim, é um CD está de certa forma mais diferente, é um CD que tem mais orquestração, com bastante júbilo, e muita adoração, muita adoração mesmo, um CD de adoração, um CD de que sabe... num sei como definir direito, mas é algo novo o que colocamos neste novo trabalho".[8] O baixista Deco Rodrigues, em 2012, relembrou o disco: "No disco Olha pra Mim, o último lançado como Ministério Toque no Altar basicamente foi feito como nos outros álbuns: a parte de composição (Luiz Arcanjo, Davi Sacer, Ronald Fonseca e eu), sendo que nosso desejo era que tivesse uma orquestra de cordas maior que nos outros CDs".[9]

Recepção e legado[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Super Gospel (favorável)[1]
O Propagador 5 de 5 estrelas.[2]

Olha pra Mim recebeu aclamação da mídia especializada. Roberto Azevedo, do Super Gospel, destacou os arranjos de cordas do projeto, dando destaque às músicas "Tua Graça me Basta" e "Senhor e Rei". Ele disse que "desde 2003, quando gravou Toque no Altar, que foi um dos CDs mais elogiados no meio gospel naquele ano, este ministério até então desconhecido no cenário nacional evangélico, tem surpreendido a todos com um repertório diversificado, muito bem arranjado e cheio de qualidade musical".[1]

O guia discográfico do portal O Propagador deu cinco estrelas de cinco para a obra, afirmando que é, ao mesmo tempo, o melhor álbum do Toque no Altar e dos músicos que seriam responsáveis pela dissidência que gerou o Trazendo a Arca: "A produção de Ronald Fonseca chega a um nível de maturidade surpreendente, e canções como “Tua Graça me Basta”, “Senhor e Rei” e “O Chão vai Tremer” chegam a competir entre si dentre as melhores".[2]

O baixista Deco Rodrigues se refere ao disco como um dos seus preferidos,[9] enquanto as formações posteriores do Apascentar utilizavam o disco como parâmetro para as produções musicais de Ronald Fonseca.

Faixas[editar | editar código-fonte]

N.º Título Compositor(es) Vocais Duração
1. "Cântico de Davi" (abertura) Ronald Fonseca Instrumental 01:47
2. "Cântico de Davi"   Luiz Arcanjo Davi Sacer 01:11
3. "Trazendo a Arca"   Ronald Fonseca, Luiz Arcanjo, Davi Sacer e André Rodrigues Davi Sacer 03:47
4. "Em Toda Terra"   Luiz Arcanjo, Davi Sacer, André Rodrigues Luiz Arcanjo 03:38
5. "Correndo pros Teus Braços"   Luiz Arcanjo, Davi Sacer e André Rodrigues Luiz Arcanjo 06:15
6. "Olha pra Mim"   Luiz Arcanjo e Davi Sacer Davi Sacer e Luiz Arcanjo 06:32
7. "Me Arrebataste"   André Rodrigues, Luiz Arcanjo e Davi Sacer Davi Sacer e Verônica Sacer 06:35
8. "Tua Graça me Basta"   Davi Sacer e Luiz Arcanjo Davi Sacer e Verônica Sacer 07:08
9. "Lembra Senhor"   André Rodrigues, Luiz Arcanjo e Davi Sacer Luiz Arcanjo e Verônica Sacer 07:47
10. "Senhor e Rei"   Ronald Fonseca, Luiz Arcanjo, Davi Sacer e André Rodrigues Davi Sacer 08:23
11. "Ser Fiel"   Luiz Arcanjo e André Rodrigues Luiz Arcanjo 06:49
12. "O que Dizer"   Luiz Arcanjo e Davi Sacer Davi Sacer 05:56
13. "O Chão Vai Tremer"   Luiz Arcanjo e Davi Sacer Luiz Arcanjo 04:52
Duração total:
70:47

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

Banda
Músicos convidados
Cordas
Metais
Técnicos e engenheiros de gravação

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Troféu Talento[5]
  • Melhor grupo de louvor
  • Música do ano ("Olha pra Mim")
  • Intérprete masculino (Davi Sacer)
  • Álbum do ano
  • Álbum adoração e louvor

Referências

  1. a b c d e f «CD Olha pra Mim (Apascentar) - Análise». Super Gospel. Consultado em 7 de janeiro de 2015. 
  2. a b c d «Trazendo a Arca: discografia e obra». O Propagador. Consultado em 7 de janeiro de 2015. 
  3. «100 melhores álbuns dos anos 2000». Super Gospel. Consultado em 29 de abril de 2017. 
  4. «DVD Deus de Promessas (Apascentar) - Análise». Super Gospel. Consultado em 7 de janeiro de 2015. 
  5. a b «Confira os vencedores da 12ª edição do Troféu Talento». Gospel+. Consultado em 7 de janeiro de 2015. 
  6. «DVD Ao Vivo no Maracanãzinho (Trazendo a Arca) - Análise». Super Gospel. Consultado em 7 de janeiro de 2015. 
  7. «DVD É Impossível, mas Deus Pode (Apascentar) - Análise». Super Gospel. Consultado em 7 de janeiro de 2015. 
  8. «Entrevistas: Toque no Altar». Casa Gospel. Consultado em 9 de fevereiro de 2016. 
  9. a b «Entrevista com Deco Rodrigues, baixista do grupo Trazendo a Arca». Missão Gospel. Consultado em 12 de novembro de 2012.. Cópia arquivada em 12 de novembro de 2012 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Apascentar de Louvor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.