Partido Democrata Cristão do Chile

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Partido Democrata Cristão do Chile
Partido Demócrata Cristiano
Presidente Carolina Goic
Fundação 28 de julho de 1957
Sede Av. Libertador Bernardo O'Higgins 1460, Santiago,  Chile
Ideologia Democracia cristã
Humanismo cristão
Conservadorismo social
Terceira Via
Espectro político Centro
Afiliação internacional Internacional Democrata Centrista
Cores Azul,Branco e Vermelho
Página oficial
www.pdc.cl

O Partido Democrata Cristão do Chile (PDC), também chamado de Democracia Cristã, é um partido político chileno fundado em 28 de julho de 1957, através de diversos grupos sociais-cristãos. Participaram de sua criação a Falange Nacional e o Partido Conservador Social Cristão, grupos sectários do Partido Conservador, e que formavam a Federação Social Cristã. É integrante da Internacional Democrata Cristã. Atualmente, ele é o maior partido em termos de número de militantes com pouco mais de 113,000 membros.[1]

O PDC adere ao humanismo cristão surgido nos ensinamentos da encíclica social Rerum Novarum, ditada pelo papa Leão XII em 1891, e as posteriores, que buscam entregar diretrizes nas vidas das pessoas para poder criar uma sociedade mais justa e que resolva os graves problemas sociais, provocados pela Revolução Industrial e as duras práticas do liberalismo.

Na história do século XX no Chile, o PDC teve uma posição de centro democrática. Suas principais medidas na história do Chile são a Reforma Agrária, a Nacionalização do Cobre[2], oposição ao governo de Unidade Popular, sua participação na recuperação democrática, a defesa dos direitos humanos, violentados durante o Governo Militar que regeu o país sob comando de Augusto Pinochet (1973-1990) e a modernização do país durante os últimos 15 anos, com sua participação nos governos da Concertación.

O partido, que após o regresso da Democracia ao Chile em 1990 coligou-se eleitoralmente com o Partido Socialista do Chile, o Partido pela Democracia, o Partido Radical Social Democrata e o Partido Comunista do Chile (Concertación), rompeu com a aliança de Centro-esquerda em 2017, frutos das diferenças dos democratas-cristãos sobre a Lei do trabalho nacional, o Casamento entre pessoas do mesmo sexo e o aborto, terminando assim com quase três décadas de aliança[3][4].

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Eleições presidenciais[editar | editar código-fonte]

1958-1973[editar | editar código-fonte]

Data Candidato

apoiado

CI. Votos % Votos no

Congresso

1958 Eduardo Frei Montalva 3.º 255 769
20,7 / 100,0
1964 Eduardo Frei Montalva 1.º 1 409 012
56,1 / 100,0
1970 Radomiro Tomic 3.º 821 801
28,1 / 100,0

1989-actualidade[editar | editar código-fonte]

Data Candidato

apoiado

1.ª Volta 2.ª Volta
CI. Votos % CI. Votos %
1989 Patricio Aylwin 1.º 3 850 571
55,2 / 100,0
1993 Eduardo Frei Ruiz-Tagle 1.º 4 044 898
58,0 / 100,0
1999/00 Ricardo Lagos 1.º 3 383 334
48,0 / 100,0
1.º 3 683 158
51,3 / 100,0
2005/06 Michelle Bachelet 1.º 3 190 691
46,0 / 100,0
1.º 3 723 019
53,5 / 100,0
2009/10 Eduardo Frei Ruiz-Tagle 2.º 2 065 061
29,6 / 100,0
2.º 3 367 790
48,4 / 100,0
2013 Michelle Bachelet 1.º 3 075 839
46,7 / 100,0
1.º 3 470 379
62,2 / 100,0
2017 Carolina Goic 5.º 387 784
5,9 / 100,0

Resultados eleitorais[editar | editar código-fonte]

Câmara dos Deputados[editar | editar código-fonte]

Data CI. Votos % +/- Senadores +/-
1961 3.º 213 468
15,9 / 100,0
39 / 147
1965 1.º 995 187
43,6 / 100,0
Aumento27,7
82 / 147
Aumento43
1969 1.º 716 547
31,1 / 100,0
Baixa12,5
56 / 150
Baixa26
1973 1.º 1 055 120
29,1 / 100,0
Baixa2,0
50 / 150
Baixa6
Banido de 1973 a 1988
1989 1.º 1 766 347
26,0 / 100,0
38 / 120
1993 1.º 1 827 373
27,1 / 100,0
Aumento1,1
37 / 120
Baixa1
1997 1.º 1 331 745
23,0 / 100,0
Baixa4,1
38 / 120
Aumento1
2001 2.º 1 162 210
18,9 / 100,0
Baixa4,1
23 / 120
Baixa15
2005 2.º 1 370 501
20,8 / 100,0
Aumento1,9
20 / 120
Baixa3
2009 3.º 940 265
14,2 / 100,0
Baixa6,4
19 / 120
Baixa1
2013 2.º 967 003
15,6 / 100,0
Aumento1,4
21 / 120
Aumento2
2017 3.º 616 550
10,3 / 100,0
Baixa5,3
14 / 155
Baixa7

Referências

  1. Navarrete, Camila (25 de novembro de 2012). «Democracia Cristiana es el partido que más militantes tiene en el país» (em espanhol). Radio Biobío. Consultado em 16 de dezembro de 2013. 
  2. Heinz, Wolfgang S.; Frühling, Hugo (27 de julho de 1999). Determinants of Gross Human Rights Violations by State and State Sponsored Actors in Brazil, Uruguay, Chile and Argentina: 1960 - 1990 (em inglês). [S.l.]: Martinus Nijhoff Publishers. ISBN 9041112022 
  3. «Chile's governing coalition splits ahead of November election». Reuters. Sun Apr 30 02:57:12 UTC 2017  Verifique data em: |data= (ajuda)
  4. «Hugo Herrera, académico UDP: "La derecha hace guerrilla política, pero no tiene discurso" | Chile B». 17 de junho de 2015. Consultado em 17 de fevereiro de 2018. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Partido Democrata Cristão do Chile