Paulo Gonçalves (treinador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Paulo Gonçalves
Informações pessoais
Data de nasc. 18 de novembro de 1936 (82 anos)
Local de nasc. Sacramento, (MG), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Informações profissionais
Posição Treinador
(ex-Meio-campo)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1957–1959
1961
Atlético Mineiro 00 000(0)
Times/Equipas que treinou
1970
1971
1973
1976-77
1979
1983
1984
1992
1996-97
1997
1997
2002-03
Goiânia
Atlético-GO
Goiás
Goiás
Atlético-GO
Goiás
Goiás
Vila Nova
Goiás
Vila Nova
Atlético-GO
Seleção Brasileira de Futebol Feminino

Paulo Gonçalves, (Sacramento, 18 de novembro de 1936) é um treinador e ex-futebolista brasileiro, que atuava como Meio-campo. Atualmente está aposentado[1].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi um meio-campista do Atlético MG no fim da década de 50. Chegou ao clube em 1957 e permaneceu até 59. Em 1961 voltou a defender a camisa do Galo. Em 33 jogos pelo clube, marcou 3 gols e conquistou o Estadual de 1958. Além disso, é conhecido por ser irmão de Tomazinho. Após sofrer um acidente em Minas, o meia teve que abandonar de forma pré-matura os gramados. Junto com o irmão, mudou-se para Goiânia. Na capital de Goiás, foi um dos principais técnicos da história do esmeraldino, com mais de 100 jogos no comando do clube.[2] O professor ajudou a fundar a Esefego (Escola Superior de Educação Física de Goiás) no final da década de 1960, foi responsável por um das melhores campanha do Goias em 1996 ficando em 4º lugar basicamente com garotos da base destacando Dill e Túlio Guerreiro[3] comandou a Seleção Brasileira de Futebol Feminino e foi campeão Sul Americano (2002), medalhista de ouro no Pan Americano de Santo Domingo (2003) e quinto colocado no Mundial dos EUA (2003). Por intermédio de peneiradas e acompanhando as competições desenvolvidas no interior do estado de Minas Gerais, Paulo se orgulha de ter encontrado a atacante Marta que rapidamente foi convocada para a seleção feminina[4].

Títulos[editar | editar código-fonte]

Atlético Mineiro

Referências