Rosana dos Santos Augusto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Rosana
Rosana
Informações pessoais
Nome completo Rosana dos Santos Augusto
Data de nasc. 7 de julho de 1982 (37 anos)
Local de nasc. São Paulo (São Paulo), Brasil
Altura 1,70 m
Informações profissionais
Clube atual Santos
Número 7
Posição lateral-esquerda e meia
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1997–2000
2001
2002–2004
2004–2008
2009–2010
2011
2012
2012
2013–2015
2014
2016
2016
2017
2017–
2017
2018
2019
São Paulo
Corinthians
Internacional
Neulengbach SV
Sky Blue FC
Centro Olímpico
Lyon
Centro Olímpico
Avaldsnes IL
São José (emp.)
Paris Saint-Germain
São José
North Carolina Courage
Internacional
Corinthians/Audax (emp.)
Santos Futebol Clube
Associação Ferroviária de Esportes




0041 0000(8)









0000 0000(0)
Seleção nacional
Brasil 002 (2)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 26 de novembro de 2010.

Medalhas
Jogos Olímpicos
Prata Atenas 2004 Equipe
Prata Pequim 2008 Equipe
Jogos Pan-Americanos
Ouro Rio de Janeiro 2007 Equipe
Prata Guadalajara 2011 Equipe

Rosana dos Santos Augusto (São Paulo, 7 de julho de 1982) é uma futebolista brasileira que atua como lateral-esquerda e meia, sendo uma das atletas com a maior diversidade de títulos da história mundial. Além de ser medalhista olímpica, campeã dos Jogos Pan-Americanos e vice-campeã do mundo, acumula títulos como: campeã da Champions League, da Libertadores da América, da Liga Norte-Americana, do Mundial de Clubes, da Copa França, do Campeonato Austríaco, da Universíade, do Campeonato Sul-Americano e do Campeonato Brasileiro.[1]

Anunciou sua aposentadoria em janeiro de 2019[2], quando passou a se dedicar a assessoria esportiva, como intermediadora de futebol. Voltou aos gramados em setembro de 2019[3] pela Ferroviária para disputar a Copa Libertadores da América.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira no futebol ainda muito nova. Com 11 anos, jogava pelo time de futsal da escola e, com as competições, acabou sendo vista pelo São Paulo F.C., clube pelo qual deu início efetivamente à sua carreira como profissional em 1997, com apenas 14 anos. Com 15, já havia sido inscrita para competir o Campeonato Brasileiro e com 17, foi convocada para a Seleção Brasileira pela primeira vez.[4]

Depois do São Paulo, passou pelo Corinthians (2001) e pelo Internacional (2004-2004), e no final de 2003 aceitou um convite para jogar na Áustria pelo SV Neulengbach, onde ficou até 2009 quando entra para o Sky Blue F.C., nos Estados Unidos.[5]

De volta ao Brasil em 2011, tem uma passagem por um ano no Centro Olímpico e, em 2012, retorna à Europa, desta vez para atuar no Lyon[6], na França, onde conquistou a Champions League.

Depois de uma passagem pela Noruega, atuando pelo Avaldsnes IL, volta ao Brasil para jogar pelo São José E.C. Por esse clube, foi campeã da Libertadores e do Mundial de Clubes em 2014.

Em 2015, integra por um período a Seleção Permanente, disputando a Copa do Mundo no Canadá, partindo para o Paris Saint-Germain[7] em 2016.

Em 2017, acertou com o Corinthians/Audax para a disputa da Libertadores Feminina[8], levando seu segundo título na competição.

No ano seguinte, entra para o Santos F.C. de Emily Lima, conquistando o Campeonato Paulista e o segundo lugar na Libertadores. No final de 2018, anuncia sua aposentaria e passa a atuar nos bastidores, com agenciamento de atletas[9].

Em 2019, recebe um convite para voltar aos gramados pela Ferroviária a fim de disputar a Libertadores.

Seleção[editar | editar código-fonte]

Jogos Olímpicos[editar | editar código-fonte]

Pela Seleção Brasileira, atuou nos Jogos Olímpicos de Atenas 2004 e nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, conquistando, em ambas as edições, a medalha de prata. E ainda participando em 2012.[10]

Jogos Pan-americanos[editar | editar código-fonte]

Foi medalha de ouro nos Jogos Panamericanos de 2007, no Rio de Janeiro. Marcou os dois gols da vitória brasileira na semifinal da competição, contra o México.

Copa do Mundo[editar | editar código-fonte]

Integrou a seleção brasileira vice-campeã da Copa do Mundo de 2007, na China.

Campeonato Sul-Americano[editar | editar código-fonte]

Participou da Seleção Brasileira campeã do Campeonato Sul-Americano de 2010.[11]

Gols pela Seleção Brasileira principal[editar | editar código-fonte]

Data Local Resultado Adversário Gols Competição
1. 29 de junho de 2011 Mönchengladbach, Alemanha 1-0 Flag of Australia.svg Austrália 1 Copa do Mundo
2. 3 de julho de 2011 Wolfsburg, Alemanha 3-0 Flag of Norway.svg Noruega 1 Copa do Mundo

Títulos[editar | editar código-fonte]

Corinthians/Audax
Seleção Brasileira

Referências

  1. «Acervo Museu do Futebol». dados.museudofutebol.org.br. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  2. «Rosana Augusto, jogadora do Santos e da Seleção Brasileira, anuncia aposentadoria.». Jogando com Elas. 4 de janeiro de 2019. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  3. «Rosana retorna ao futebol e acerta com a Ferroviária». Olimpíada Todo Dia. 18 de setembro de 2019. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  4. Goellner, Silvana Vilodre (20 de dezembro de 2018). «Conhecer para reconhecer: Entrevista com Rosana Dos Santos Augusto». Revista Eletrônica História em Reflexão. 12 (24): 325–341. ISSN 1981-2434. doi:10.30612/rehr.v12i24.8608 
  5. «Rosana :: Rosana dos Santos Augusto :: Ferroviária». www.ogol.com.br (em bretão). Consultado em 12 de outubro de 2019 
  6. «Rosana deixa o Centro Olímpico para jogar no futebol Europeu | Secretaria Municipal de Esportes e Lazer | Prefeitura da Cidade de São Paulo». www.prefeitura.sp.gov.br. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  7. Rosana acerta com PSG: "Espero manter o nível dos brasileiros"
  8. [1]
  9. «Fala! Entrevista Rosana Augusto, ex-Seleção, homenageada na Copa». Fala!. 2 de julho de 2019. Consultado em 12 de outubro de 2019 
  10. «Perfil na Sports Reference». Consultado em 13 de fevereiro de 2016 
  11. «Equipes - Brasil» (em espanhol). Sítio da Federação Equatoriana de Futebol. Consultado em 26 de novembro de 2010 [ligação inativa]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]