Pelagophyceae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaPelagophyceae
pelagófitos
Pelagofíceas filamentosas.
Pelagofíceas filamentosas.
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
(sem classif.) Harosa (supergrupo SAR)
Superfilo: Heterokonta
Filo: Ochrophyta
Classe: Pelagophyceae
Andersen & Saunders, 1993
Ordens
Sinónimos
  • Pelagophycia Andersen & Saunders 1993 emend. 1995 stat. nov.

Pelagophyceae é uma classe de microalgas marinhas heterocontes que se crê ser o grupo irmão das Dictyochophyceae.[1]

Descrição[editar | editar código-fonte]

As Pelagophyceae são um pequeno grupo de algas com cerca de 16 espécies,[2] pertencente ao filo Heterokontophyta e aparentado com os silicoflagelados.[3] Formam parte do plâncton marinho e são geralmente microscópicas, ainda que algumas colónias alcancem um tamanho macroscópico.

As células vegetativas são flageladas e por isso móveis. As células individuais apresentam forma cocóide, enquanto as colónias formam massas filamentosas, palmelóides ou sarcinóides. As etapas do ciclo vital destes organismo é desconhecida, com excepção da formação de zoósporos. O grupo compreende duas ordens:

  • Pelagomonadales — inclui formas cocóides ou uniflageladas, neste último caso apresentando um único cinetossoma e sem raízes cinetossomiais.
  • Sarcinochrysidales — inclui formas sarcinóides, capsoides, filamentosas ou biflageladas com quatro raízes microtubulares cinetossomiais. As células tipicamente apresentam parede celular orgânica. Também inclui Aureoscheda, uma alga recentemente descoberta nas águas ao largo das Bahamas.[4]

Todas as espécies conhecidas são organismos marinhos. Podem ser unicelulares, com morfologia cocóide, flagelada, palmelóide ou filamentosa. Alguns membros (Pelagomonas) pertencem a picoplâncton, e outros (Sarcinochrysis) são organismos macroscópicos que ocorrem agarrados a um substrato sólido.[1]

Taxonomia e sistemática[editar | editar código-fonte]

Na sua presente circunscrição taxonómica a classe contém 16 espécies repartidas por 13 géneros e 2 ordens (2017):[5]

É expectável de estudos de biologia molecular venham a aumentar esta listagem.[1]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b c Wetherbee R.; Gornik S. G.; Grant B.; Waller R. F. (2015). «Andersenia, a genus of filamentous, sand-dwelling Pelagophyceae from southeastern Australia». Phycologia. 54 (1): 35–48. doi:10.2216/14-107.1 
  2. Class Pelagophyceae at Algaebase. Accessed 2017-06-13.
  3. Ald, S.M. et al. (2007) Diversity, Nomenclature, and Taxonomy of Protists, Syst. Biol. 56(4), 684–689, DOI: 10.1080/10635150701494127.
  4. Wynne, M. J., Andersen, R. A., Graf, L., & Yoon, H. S. (2014). Aureoscheda, a new genus of marine Pelagophyceae from the Bahamas, Caribbean Sea. Phycologia, 53(5), 513-522.
  5. «Pelagophyceae». World Register of Marine Species. Consultado em 13 de junho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Pelagophyceae