Populina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Populina redireciona para este artigo. Para o gênero botânico, veja Populina (género).
Município de Populina
Bandeira de Populina
Brasão de Populina
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 24 de junho
Gentílico populinense
Prefeito(a) Adauto Pinto
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Populina
Localização de Populina em São Paulo
Populina está localizado em: Brasil
Populina
Localização de Populina no Brasil
19° 57' 14" S 50° 32' 16" O19° 57' 14" S 50° 32' 16" O
Unidade federativa  São Paulo
Mesorregião São José do Rio Preto IBGE/2008 [1]
Microrregião Jales IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Mesópolis, Turmalina, Ouroeste
Distância até a capital 625 km[2]
Características geográficas
Área 315,9 km² [3]
População 4 223 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 13,37 hab./km²
Altitude 443 m
Clima ameno
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,755 elevado PNUD/2000 [4]
PIB R$ 59 529 mil IBGE/2009[5]
PIB per capita R$ 13 996,87 IBGE/2009[5]

Populina é um município brasileiro do estado de São Paulo. Localiza-se a uma latitude 19º55'58" sul e a uma longitude 50º32'15" oeste, estando a uma altitude de 443 metros, sendo assim o município mais setentrional do estado de São Paulo. Tem uma população de 4.223 habitantes (IBGE/2010) e área de 315,9 km².[3]

História[editar | editar código-fonte]

Seu início se iguala a tantos outros, um aventureiro, uma picada e uma moradia rústica. O aventureiro pelo que se sabe, veio para caçar e a procura de um canto sossegado para ficar. Isso se deu no ano de 1915, com a chegada da primeira família, a de Antônio Alves de Oliveira seguida pela de Jonas Gonçalves de Menezes. Famílias que com o correr dos anos, se tornaram ligadas pelo casamento de seus filhos Antônio Jonas de Menezes e Laurenciana de Jesus. Após 28 anos chegou à região Lesbino de Souza Alkimin, vindo em seguida os senhores Antônio Augusto Ribeiro Filho, Antônio Augusto Fernandes e Antônio Custódio Alves, que dão todo o apoio a Lesbino na formação da vila. O traçado geográfico foi feito por Antônio Augusto Ribeiro Filho. Roçam-se as matas e abrem-se três ruas e Antônio Fernandes deu-lhe o nome de POPULINA. Etimologicamente falando, a palavra de origem latina, significa: POPULUS – povo; LINA – pequena (pequeno povo), mas o sentido real da palavra é reunião de povo.

No ano de 1946, construíram uma capela e organizaram a primeira festa em louvor a São João Batista, que ficou sendo o padroeiro do lugar. Nessa festa, vieram missionários capuchinhos, que realizaram cerimônias religiosas e o casamento de Lesbino de Souza Alkimin com a Sra. Maria Barboza de Souza Alkimin, que eram casados apenas no cartório. A vila foi desenvolvida, passando a DISTRITO DE PAZ de Populina, criada no município de Estrela d'Oeste, comarca de Fernandópolis, com sede no povoado de igual nome e com território desmembrado da sede do município de Estrela D’Oeste, pela Lei n.º 2.454, de 30 de dezembro de 1952 e posto em prática em 1 de janeiro de 1953.

Em 1954 foi instalado o 1º Cartório de Registro Civil, tendo como responsável a Sra. Heloisa Torres Lapa.

Populina foi elevada a Município pela Lei n.º 5.285, de 18 de fevereiro de 1959, instalado em 1 de janeiro de 1960, tendo como primeiro Prefeito o Sr. Santos Sartoreto. Atualmente Populina conta com 4.445 habitantes, dados do Censo 2.001. laura cornachini dos santos

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2010[3][editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000[editar | editar código-fonte]

(Fonte: IPEADATA)

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  2. «Distâncias entre a cidade de São Paulo e todas as cidades do interior paulista». Consultado em 28 de janeiro de 2011. 
  3. a b c d «Censo Populacional 2010 - IBGE» (PDF). IBGE.gov.br. Consultado em 1 de setembro de 2011. 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2005-2009» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 8 jan. 2012. 
  6. «SIDRA IBGE - Tabela 608 - População residente, por situação do domicílio e sexo». IBGE. Consultado em 1 de setembro de 2011. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.