Prata do Piauí

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Prata do Piauí
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Aniversário 1 de janeiro
Fundação 1 de janeiro de 1962
Gentílico pratense
Prefeito(a) Willhelm Barbosa Lima (PODE)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Prata do Piauí
Localização de Prata do Piauí no Piauí
Prata do Piauí está localizado em: Brasil
Prata do Piauí
Localização de Prata do Piauí no Brasil
05° 40' 01" S 42° 12' 25" O05° 40' 01" S 42° 12' 25" O
Unidade federativa  Piauí
Mesorregião Centro-Norte Piauiense IBGE/2008 [1]
Microrregião Valença do Piauí IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Alto Longá, São Miguel do Tapuio, São Félix do Piauí, São Miguel da Baixa Grande, Santa Cruz dos Milagres e Beneditinos.
Distância até a capital 143 km
Características geográficas
Área 196,323 km² [2]
População 3 085 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 15,71 hab./km²
Altitude 115 m
Clima tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,611 médio PNUD/2000 [4]
PIB R$ 9 067,362 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 2 790,82 IBGE/2008[5]
Página oficial

Prata do Piauí é um município brasileiro do estado do Piauí. A cidade estende-se as margens do rio Poti, e é atravessada pela Rodovia PI-224.

História[editar | editar código-fonte]

Prata do Piauí teve origem na fazenda Prata Velha, de propriedade de Pedro Mendes, a 25 quilômetros do local onde, hoje, se encontra o município. Em 1889, procedente de Valença do Piauí, município a que pertencia a localidade, chegava no lugar Dona Isabel Francisco de Lima, que se estabeleceu com uma casa comercial. Logo depois, chegaram José Rufino, vindo do Ceará, Olegário Gonçalves da Silva Chicoteiro e Agostinho Martins Pessoa, que também se instalaram com estabelecimentos comerciais.

Em 1912, foi organizada a primeira feira semanal, que funcionou, inicialmente, sob a sombra de um cajueiro, em torno do qual vários moradores construíram suas casas, dando à localidade o aspecto de povoação, inclusive com uma capela. Em 1923, foi construída a capela.

Em 1954, com a criação do município de São Félix do Piauí, o aglomerado passou a pertencer a este, com a denominação de Prata. No ano de 1962, o vereador Antônio Bezerra da Silva, com a colaboração de João Campelo da Silva, Lázaro Alves Pereira e Antônio Maria da Silva, promoveram o movimento que ensejou a criação e instalação do município de Prata do Piauí.

Elevado à categoria de município com a denominação de Prata do Piauí pela lei estadual nº 2253, de 1 de janeiro de 1962, desmembrado de São Félix do Piauí sendo instalado em 10 de dezembro desse mesmo ano.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 05º40'02" sul e a uma longitude 42º12'24" oeste, ao Centro-Norte do estado, estando a uma altitude de 115 metros em média. A cidade é banhada pelo Rio Poti e por vários riachos e cachoeiras ao seu redor.

O Rio Poti é uma grande fonte de pescados para a população, e além disso, é uma das principais fontes de lazer dos Pratenses, com suas pequenas praias fluviais formadas por bancos de areia no período veraneiro. O rio também é a principal fonte de abastecimento de água do município.

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima é tropical subúmido. Há duas estações bem definidas: inverno ou estação das chuvas (novembro a março) e verão ou estação da seca (abril a outubro). Os meses em que o "frio" predomina novembro a abril (época que começa a chover), e o "calor", de abril a outubro. A temperatura média no município oscila entre 23° e 40º, com picos de mais de 43° graus em dias mais quentes. Com sensações térmicas que chegam a 29º no inverno e 47º no verão.

Relevo[editar | editar código-fonte]

Seu relevo é formado basicamente de planícies, chapadas e em sua vegetação predominam cerrados.

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município de Prata é banhado pelo rio Poti, além dos riachos da Taboca, do Rodiador, Canal (fazenda Malhada Alta) e Sambito. O rio Poti é um dos rios mais importantes do estado do Piauí, e como conseqüência, do município de Prata do Piauí.

Demografia[editar | editar código-fonte]

A população da cidade de Prata é de 3.085 habitantes. Tal população encontra-se espalhada numa área de 1.850,400 km².

Transporte[editar | editar código-fonte]

Basicamente a malha viária da cidade é composta por calçamentos de cimento com pedras, formando uma espécie de calçamento, porém com a construção da ponte sobre o rio Poti ligando a cidade ao município de Beneditinos, a cidade ganhou sua primeira rua com uma pequena camada de malha asfáltica, e também a pavimentação do trecho da Rodovia PI-222 que liga a cidade ao município de São Miguel da Baixa Grande, facilitando assim o acesso e a melhora na economia e prestação de serviços, assim como, a chegada de mercadorias ao município. Já o outro trecho da rodovia que liga ao município de Beneditinos, encurtando a distância entre Prata e a Capital Teresina ainda não conta com asfalto, estando constantemente em péssimo estado de conservação.

A cidade conta com 3 (três) ônibus de empresas distintas e um micro-ônibus alternativo, que fazem o transporte de cargas e passageiros para a capital do estado, Teresina, não contando ainda com nenhum terminal rodoviário. O transporte de pessoas na cidade é feita por alguns poucos mototaxistas.

Saúde[editar | editar código-fonte]

O município de prata é servido com apenas um hospital (Unidade Mista de Saúde), um posto de saúde (onde funciona a ESF)e uma ambulância para levar a população para Teresina em casos de emergência.

Cultura[editar | editar código-fonte]

Na cultura, os reizados (Festa em homenagen aos Três Reis Magos) são tradição na cidade de Prata e na zona rural do município, e também os festejos de Julho de Dezembro também fazem parte da cultura pratense, onde são realizados shows e festas na cidade. A vaquejada também fazia parte das festividades pratense, porém por falta de incentivo do poder público deixou de acontecer há alguns anos na cidade. Não podendo esquecer de destacar a Festa da Garota Prata realizada na cidade à 10 anos

Politica municipal[editar | editar código-fonte]

O poder legislativo municipal é constituído por nove vereadores.

Lista de ex-prefeitos[editar | editar código-fonte]

Relação dos eleitos Eleito Partido
Antônio Maria da Silva 1970 ARENA
Doroteu Barbosa Lima 1972 ARENA
Antônio Maria da Silva 1976 ARENA
Luiz Rodrigues do Nascimento 1982 PDS
Antônio Maria da Silva 1988 PDS
Doroteu Barbosa Lima 1992 PFL
Sebastião Hubaldo de Andrade Silva 1996 PPB
Charles Barbosa Lima 2000 PFL
Charles Barbosa Lima 2004 PDT
Antônio Maria da Silva 2007 PP
Ludmar Pereira da Silva 2008 PRB
Fransuélio Melão da Silva 2011 PMDB
Antonio Gomes de Sousa 2013 PTB

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal do Piauí

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Piauí é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.