Quinteto Armorial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quinteto Armorial
Antônio Nóbrega, um dos integrantes do Quinteto Armorial.
Informação geral
Origem Recife
País  Brasil
Gênero(s) música de câmara erudita
Período em atividade 19701980
Gravadora(s) Discos Marcus Pereira

O Quinteto Armorial foi um importante grupo de música instrumental brasileiro formado no Recife em 1970, gravaram quatro LPs até o final do grupo, em 1980. A proposta do Quinteto Armorial era criar uma música de câmara erudita com raízes populares, o grupo conseguiu realizar um trabalho de síntese entre a música erudita e as tradições populares do nordeste, além das medievais galaico-portuguesas[1][2].

É considerado o mais importante grupo a criar uma música de câmara erudita brasileira de raízes populares[3].

Histórico[editar | editar código-fonte]

O Quinteto Armorial surgiu no contexto do Movimento Armorial, idealizado pelo escritor Ariano Suassuna, que abrigou entre suas manifestações trabalhos nas áreas da gravura, pintura, tapeçaria, cerâmica, escultura, poesia, romance, teatro e música.[4]

Antônio José Madureira, convidado em 1970 por Ariano Suassuna para liderar o Quinteto Armorial, descreve assim a proposta do grupo: "fazer uma música popular com elementos eruditos".[5]

Sua obra propõe um diálogo entre o cancioneiro folclórico medieval e as práticas criativas dos cantadores nordestinos e seus instrumentos musicais tradicionais.

A seleção de instrumentos musicais com que o grupo trabalhava era condizente com sua proposta de síntese, composta tanto por rabeca, pífano, viola caipira, violão e zabumba quanto por violino, viola, e flauta transversal.[6]

Em 1974, lançaram, pelo selo Marcus Pereira, o seu primeiro disco, "Do Romance ao Galope Nordestino". Por este disco eles ganharam um Prêmio APCA como o "Melhor Conjunto Instrumental do Ano"[1].

Em 1976, como representante do Brasil, apresentaram-se no Festival Nacional de Folklore de Cosquín, na Argentina, a mais importante reunião de cultura popular do continente, sendo considerada pela imprensa como a apresentação mais importante do festival[1].

Integrantes do quinteto[editar | editar código-fonte]

Continuidade[editar | editar código-fonte]

Antônio Nóbrega seguiu carreira solo, o trabalho com a dança e a música tradicional do nordeste que desenvolveu posteriormente mantém profundas relações com as propostas do armorial.[7]

No final dos anos 1990 um trabalho relacionado ao do Quinteto foi desenvolvido pelo Quarteto Romançal. Seu diretor artístico, Antônio José Madureira, foi integrante do Quinteto Armorial.[8]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios e Indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Resultado Ref.
1975 Prêmio APCA Melhor Conjunto Instrumental Venceu [1]

Referências

Bibliografias[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.