Rio Itapecerica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Rio Itapecerica
Comprimento 123[1] km
Nascente Itapecerica, MG[2]
Altitude da nascente 750 m
Foz rio Pará, Divinópolis[3]
Altitude da foz 680[3] m
País(es)  Brasil

O rio Itapecerica é um curso de água brasileiro, afluente da margem esquerda do rio Pará e subafluente do rio São Francisco. O rio tem sua origem na confluência dos ribeirões Vermelho ou do Gama e Santo Antônio, no município de Itapecerica e percorre cerca de 123 quilômetros até desaguar no rio Pará, no município de Divinópolis.[1][2][3]

Suas águas banham três municípios: Itapecerica, São Sebastião do Oeste e Divinópolis.[2][3] Neste município, uma porção das águas do rio é captada por uma adutora e conduzida até a estação de tratamento de água ETA Itapecerica, que fornece água tratada no município em conjunto com a ETA Pará, que trata água captada do rio Pará.[4]

Segundo estudos de vazão da Universidade Federal de Viçosa e do Instituto Mineiro de Gestão das Águas, o rio Itapecerica deságua no Pará a uma vazão média calculada de aproximadamente 27,5 metros cúbicos por segundo. Os mesmos estudos indicam que a vazão mínima Q7,10[nota 1] medida na foz é de aproximadamente 6,238 metros cúbicos por segundo.[5]

Notas

  1. Q7,10 é a vazão medida num período de 7 dias de duração e com 10 anos de tempo de recorrência. Resolução do CONAMA 357/2005.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b «Plano Diretor da Bacia Hidrográfica do Rio Pará» (PDF). Associação de Usuarios da Bacia Hidrográfica do Rio Pará. 14 de setembro de 2016. Consultado em 14 de setembro de 2016. Arquivado do original (PDF) em 21 de setembro de 2016 
  2. a b c Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística; Instituto de Geociências Aplicadas de Minas Gerais (1975). Carta do Brasil - Cláudio (SF-23-X-A-I-3) (jpg) (Mapa) 1ª ed. [1:50 000]. Centro de Serviços Gráficos do IBGE. Consultado em 26 de dezembro de 2019. Cópia arquivada em 11 de outubro de 2006 
  3. a b c d Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística; Instituto de Geociências Aplicadas de Minas Gerais (1976). Carta do Brasil - Divinópolis (SF-23-X-A-I-1) (jpg) (Mapa) 1ª ed. [1:50 000]. Centro de Serviços Gráficos do IBGE. Consultado em 26 de dezembro de 2019. Cópia arquivada em 11 de outubro de 2006 
  4. Agencia Reguladora de Servicos de Abastecimento de Agua e de Esgotamento Sanitario do Estado de Minas Gerais (agosto de 2016). «Relatório de Fiscalização de Acompanhamento nº GFO-53/2016» (PDF). ARSAE-MG. Cópia arquivada (PDF) em 26 de dezembro de 2019 
  5. UFV; IGAM (2018). «Estudo de Regionalização de Vazão da UFV & IGAM». Governo de Minas Gerais, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Consultado em 19 de setembro de 2019 
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.