Rio Lima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados da palavra, veja Lima (desambiguação).
Rio Lima
Rio Lima, em Ponte de Lima
Comprimento 135 km
Nascente monte Talariño, Espanha
Altitude da nascente 975 m
Foz Viana do Castelo, Atlântico
Altitude da foz 0 m
Área da bacia 2 370,0 km²
Afluentes
principais
Rio Vez, rio Castro Laboreiro
País(es) Flag of Spain.svg Espanha,  Portugal

O rio Lima (em galego Limia) é um curso de água internacional que atravessa o Alto-Minho, no Norte de Portugal e que nasce a uma altitude de 975 m no monte Talariño, na província de Ourense, na Galiza, Espanha. No seu percurso galego de 41 quilómetros, o rio é muitas vezes designado por nomes locais, como Talariño, Freixo ou Mourenzo, apesar da designação oficial galega ser Limia; aí passa, entre outras povoações da província de Ourense, por Xinzo de Limia, à qual dá o nome.

Entra em Portugal, próximo do Lindoso e passa por Ponte da Barca e Ponte de Lima, até desaguar no oceano Atlântico junto a Viana do Castelo, após percorrer um total de 135 quilómetros.

Pertencente à bacia hidrográfica do rio Lima e à região hidrográfica do Minho e Lima. No seu contorno a norte é formado pela linha divisória do Rio Minho até à Serra de Arga e desta até ao Oceano Atlântico pelas serras de Perre e Santa Luzia; ao sul pelas serras da Amarela, Nora e Faro[1] .

Este rio foi indicado como sendo o mitológico "Lethes" (Lete) por Estrabão, e fabulado profusamente na mitologia greco-romana como o rio do esquecimento, da dissimulação. Também era chamado de Belion.

Mitologia e geografia cruzaram-se num momento histórico, em 138 a.C., quando o general Romano Décimo Júnio Bruto Galaico dispõe-se a derrubar o mito, já que o rio impedia a progressão da sua campanha militar na região. Atravessou o Lima só e, da outra margem, chamou os seus soldados, um por um, pelos seus nomes. Os seus soldados, espantados pelo facto do seu general manter a memória, atravessaram então o rio, sem medo, claudicando o mito do Lethes.


Em Portugal, tem um comprimento aproximado 66,9 km e uma área de bacia de aproximadamente 2 370,0 km².[2]

Afluentes mais importantes[editar | editar código-fonte]

Da nascente para a foz, estes são os afluentes mais importantes do rio Lima, em território português:

Pontes sobre o rio Lima[editar | editar código-fonte]

Sobre o rio Lima, podemos encontrar várias pontes, algumas com importância histórica, das quais se destacam:

Barragens[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. O Minho pittoresco, de José Augusto Vieira, Lisboa: Livraria de António Maria Pereira, 1886-1887, 1º volume
  2. a b «Atlas da Água». Classificação Decimal das Linhas de Água. SNIRH. Consultado em 12 de fevereiro de 2010. 
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Rio Lima
Ícone de esboço Este artigo sobre Hidrografia de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.