Sabacheira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
 Portugal Sabacheira  
—  Freguesia  —
Brasão de armas de Sabacheira
Brasão de armas
Sabacheira está localizado em: Portugal Continental
Sabacheira
Localização de Sabacheira em Portugal
Coordenadas 39° 40' 39" N 8° 28' 54" O
País  Portugal
Concelho TMR.png Tomar
Administração
 - Tipo Junta de freguesia
 - Presidente António Rodrigues da Costa Graça (PS)
Área
 - Total 34,35 km²
População (2011)
 - Total 955
    • Densidade 27,8 hab./km²
Orago Nossa Senhora da Conceição

Sabacheira é uma freguesia e paróquia portuguesa do concelho de Tomar, com 34,35 km² de área e 955 habitantes (2011)[1]. A sua densidade populacional é 27,8 hab/km².

População[editar | editar código-fonte]

População da freguesia de Sabacheira [2]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
917 1 056 1 350 1 520 1 532 1 620 1 600 2 145 2 119 1 859 1 415 1 475 1 274 1 115 955
Distribuição da População por Grupos Etários
Ano 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos 0-14 Anos 15-24 Anos 25-64 Anos > 65 Anos
2001 120 117 530 348 10,8% 10,5% 47,5% 31,2%
2011 88 79 462 326 9,2% 8,3% 48,4% 34,1%

Média do País no censo de 2001: 0/14 Anos-16,0%; 15/24 Anos-14,3%; 25/64 Anos-53,4%; 65 e mais Anos-16,4%

Média do País no censo de 2011: 0/14 Anos-14,9%; 15/24 Anos-10,9%; 25/64 Anos-55,2%; 65 e mais Anos-19,0%

História[editar | editar código-fonte]

O território que compõe a actual freguesia da Sabacheira foi habitado desde épocas remotas, como comprovam os inúmeros vestígios pré-históricos aqui encontrados, como é o caso das antas.

Pensa-se que a Comenda da Sabacheira, nos territórios do Castelo de Tomar, tenha sido criada antes de 1410 (Amorim Rosa, 1988, p. 74). Era uma Comenda destinada aos heróis de África e em 1544 estava avaliada em 200 mil réis.

Grande parte do povoamento realizou-se através da instituição de casais, tendo sofrido, ao longo dos tempos, diversas anexações e desanexações de lugares importantes no seu desenvolvimento. Em 1550, a freguesia incluía áreas que atualmente não lhe pertencem, como é o caso de Formigais.

De fato, num documento do século XVI, Formigais ainda surge referido como uma povoação de Sabacheira: «(...) começa à Fonte do Açorrague que é ao Vendaval e daí se vai pela estrada que vai para Formigais, até aos lavradios de João das Maçãs e daí atravessa a ribeira de Ourém que é ao poente, e vai pela dita estrada sempre águas vertentes até ao Vale Meão e daí se vai direito à Ribeira de Formigais que é ao aguião, e daí pela dita ribeira acima, pelo meio da água até à foz do ribeiro ou Quebrada e até daqui onde começou, parte com o termo de Vila Nova de Ourém».

Pelos registos de D. João III de Portugal era comenda de Simão de Sousa de Almeida e tinha uma igreja de Santa Maria do Vale Sancho.

Como freguesia foi criada no final do século XV, em territórios que antes faziam parte das Areias. Do seu território foi desanexada no século XVII a freguesia de Formigais, que passou a pertencer ao concelho de Ourém em 1840.

Desanexação de Formigais

Em 1701, Formigais foi desanexada de Sabacheira e formou-se como freguesia.

No século XVIII, esta freguesia era uma comenda da Ordem de Cristo que era delimitada pela comenda da Mesa Mestral. As comendas eram territórios atribuídos a eclesiásticos ou cavaleiros de ordens militares, como reconhecimento de serviços prestados. A comenda de Sabacheira foi concedida aos religiosos do Convento de Cristo, englobando, na altura, as seguintes aldeias: da Sabacheira à aldeia da Comenda, incluindo passo e celeiros; aldeia do Furadouro; aldeia de Chão de Maçãs, aldeia de Monchite; aldeia do Vale Meão; aldeia de Vale de Lobos e a respectiva quinta; aldeia de Cassinheira; aldeia de Chão del Conde; e aldeia do Suimo.

Em 1840, Formigais deixou de pertencer ao território de Tomar e passou para o concelho de Ourém. No entanto, quanto à jurisdição religiosa manteve-se ligada à Sabacheira até 1956, altura em que passou para a Diocese de Leiria-Fátima.

Símbolo heráldico

Escudo de prata, armação de moinho de negro, cordoada do mesmo e vestida de verde e uma roda de azenha de vermelho, alinhadas em faixa, entre uma cruz da Ordem do Templo, em chefe e uma ponte de três arcos de negro, lavrada do campo, firmada nos flancos e movente de um pé ondado de azul e prata de três tiras. Coroa mural de prata de três torres. Listel branco, com a legenda a negro: “ SABACHEIRA “.

Topónimo

Segundo a tradição, o topónimo da freguesia teve origem numa qualidade de uva que era aqui cultivada. Quando as pessoas provavam estas uvas diziam: “Sabe e Cheira”. Foi esta expressão que resultou no vocábulo Sabacheira.

Orago

O orago desta acolhedora freguesia é Nossa Senhora da Conceição, cuja festa se celebra no dia 8 de Dezembro. O dogma da Imaculada Conceição de Nossa Senhora foi proclamado pelo Papa Pio IX, em 1854, com a Bula Ineffabilis Deus, atendendo aos anseios mais profundos de toda a Igreja. Quatro anos após esta proclamação, Maria Santíssima apareceu a Bernardette Soubirous dizendo “Eu sou a Imaculada Conceição”. Em Portugal, o culto foi oficializado por D. João IV em 1640.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Geograficamente esta freguesia está limitada com as freguesias de Além da Ribeira, Beselga, Carregueiros e Pedreira pertencentes ao concelho de Tomar e com as freguesias de Alburitel, Formigais, Rio de Couros e Seiça do concelho de Ourém.

Passa por esta freguesia a estrada que liga Leiria a Tomar, a EN 113 e a via rápida IC9 . Passa igualmente por esta freguesia uma linha ferroviária, a Linha do Norte (Lisboa-Porto).

Lugares da freguesia[editar | editar código-fonte]

Os 33 lugares que compõem a freguesia são os seguintes:

Património[editar | editar código-fonte]

A freguesia de Sabacheira é detentora de um vasto património natural, arquitectónico e arqueológico, que já é referido em documentos do século XVIII:

«Sabacheyra, aonde está a Igreja Matriz, Monchite com huma Ermida de Santo Antonio, João de Maçans com outra de Santa Martha, Furadouro, Serra com outra de N. Senhora da Piedade, Suimo com outra de Santo Ildefonso, Chão de Alconde, Casinheyras, Val de Lobos com uma Ermida de N. Senhora da Esperança, Valmeão com outra de N. Senhora dos Remédios, & Val das Rodas. Passa pelo meyo desta freguesia huma ribeyra, cujas águas regão huma dilatada planicie, & a fertilizão tanto, que dá no anno duas novidades de pão, feyjoens, & milho: nasce em Ourém, & no fim desta freguesia se mete no rio Nabão, aonde perde o nome.».

Festas e romarias[editar | editar código-fonte]

  • Festa em honra de Nossa Senhora da Conceição, a padroeira da freguesia, a 8 de Dezembro
  • Festa no lugar das Serras da Sabacheira, na 1ª quinzena de Junho
  • Festa no Lugar do Suimo, no 1º Domingo de Agosto
  • Festa na Sabacheira, a 5 de Outubro

Colectividades e associações[editar | editar código-fonte]

  • Centro Cultural e Recreativo dos Lugares Unidos (Suimo, Casalinho, Bárrio, Sobral e Casal da Brava), no Suimo
  • Clube Desportivo e Recreativo das Serras da Sabacheira (Serra de Cima, Serra de Baixo e Serra do Meio), na Serra de Cima
  • Clube Recreativo e Cultural da Freguesia da Sabacheira, na Sabacheira
  • Liga de Melhoramentos do Furadouro, no Furadouro
  • Grupo Desportivo, Recreativo e de Caça da Sabacheira, na Serra de Cima.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «População residente, segundo a dimensão dos lugares, população isolada, embarcada, corpo diplomático e sexo, por idade (ano a ano)». Informação no separador "Q601_Centro". Instituto Nacional de Estatística. Consultado em 3 de Março de 2014. 
  2. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes